28/02/2023 às 11h36min - Atualizada em 28/02/2023 às 20h06min

Educação financeira: Patamar de "superendividados" no Brasil bate recorde em Janeiro/23

Confira dados divulgados recentemente pelo Serasa

SALA DA NOTÍCIA Mayara Brasil
Divulgação
Patamar de "superendividados" no Brasil bate recorde em Janeiro/23

Não é novidade o quanto o número de pessoas endividadas no Brasil é alarmante - e isso nos faz ligar o radar para o que leva o país a esse cenário. Além de questões sócio-econômicas, inflação etc, tem um ponto que é a falta de educação financeira que esses jovens e adultos não receberam ao longo da vida e que viver endividado ou indisciplinado financeiramente é extremamente comum entre os brasileiros.

O patamar de "superendividados" no Brasil bateu recorde em 2022, e, de acordo com  levantamento recente feito pelo Serasa, só em janeiro de 2023 o país registrou 70 milhões de pessoas endividadas, o que estabeleceu um novo recorde em relação aos últimos 5 anos. A faixa etária mais afetada, segundo pesquisa da instituição, são pessoas de 60 anos ou mais, tendo alta de 17% ante 12% das outras idades. 

Com esse cenário, a Geração Z - que é a geração mais populosa de todas e que vai representar o futuro do país muito em breve - se tornou o público-alvo de empresas como a NG.CASH. A startup já tem mais de 1 milhão de usuários na sua base e é um aplicativo digital feito para ajudar a Geração Z a se tornar mais independente financeiramente. Ela permite a esse público o gerenciamento do seu próprio dinheiro ao garantir autonomia e segurança em transações como Pix, cartão de crédito pré-pago, gerenciamento de mesada e cartão virtual, além de diferenciais como customização do aplicativo e marketplace de descontos. A partir de uma perspectiva de um hub financeiro, a NG.CASH pretende acompanhar seus clientes durante toda sua vida e aumentar o conhecimento sobre educação financeira.

O que acha de falar sobre o assunto e conversar com especialistas sobre o objetivo em garantir que o futuro do país seja de pessoas educadas financeiramente, começando pelo contato com educação financeira logo no início da vida?

A oportunidade de vermos essa mudança é gigantesca, considerando que somente no Brasil a chamada Geração Z já ultrapassa o total de 50 milhões de pessoas entre 10 e 24 anos. Se considerar a América Latina como um todo, o segmento soma centenas de milhões de jovens conectados e buscando novas formas de interação com dinheiro eletrônico.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp