26/09/2012 às 00h03min - Atualizada em 26/09/2012 às 00h03min

Em caminhada no Itaim Paulista, Haddad destaca projeto de corredor de ônibus na avenida Celso Garcia

Mobilidade é um dos grandes problemas dos moradores da Zona Leste, e candidato petista à Prefeitura também destacou proposta para geração de empregos na região

Analítica Comunicação - foto: Paulo Pinto

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, realizou na tarde desta terça-feira (25) uma caminhada no Itaim Paulista, bairro no extremo leste da capital. Acompanhado por um grande número de militantes, o ex-ministro da Educação visitou o comércio na região da rua Tibúrcio de Souza, ouviu lojistas e clientes. “Vamos entregar corredores de ônibus, retomando o projeto da prefeita Marta Suplicy”, afirmou, lembrando que o transporte é um dos maiores problemas enfrentados pela população que vive nesta região. “O Itaim Paulista é um bairro que vai merecer muita atenção, e temos que ter um corredor de ônibus que vai permitir deslocamento expresso daqui para o centro. O corredor da Celso Garcia vai operar como uma ligação direta.”

Haddad também apontou o projeto de estímulo à geração de empregos em regiões distantes do centro, e especificamente para a Zona Leste ressaltou a instalação de uma universidade federal – já autorizada pelo MEC e que não saiu do papel porque a gestão Serra/Kassab não estabeleceu parceria para m a doação de terreno para que esta unidade educacional fosse criada.

O candidato lembrou que a região da avenida Jacu-Pêssego receberá estímulos para instalação de empresas e também um polo de desenvolvimento, com o objetivo de oferecer ensino e vagas para trabalhadores da Zona Leste.

Reta final – O petista ressaltou estar confiante na reta final do primeiro turno, e em discurso para militantes, ao fim da caminhada, destacou a necessidade de comparação entre o projeto apresentado pela coligação Para Mudar e Renovar São Paulo e as outras candidaturas, que até o momento não divulgaram um plano de governo efetivo. “É preciso ter apoios políticos na cidade, apoio na Câmara de Vereadores. Tivemos situações na cidade em que isso não havia, e deu no que deu”, disse. “Além disso, é fundamental um plano de governo bem desenhado, discutido com a sociedade, como o que fizemos.”

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »