19/01/2023 às 10h52min - Atualizada em 19/01/2023 às 20h32min

Indústria farmacêutica movimenta quase R$ 90 bilhões no Brasil

Por que investir na segurança eletrônica

SALA DA NOTÍCIA Cristiane Miranda Malheiros
internet

A indústria farmacêutica brasileira é um mercado em crescente ascensão. Para termos ideia da dimensão desse setor, em 2021, o mercado farmacêutico no Brasil movimentou cerca de R$ 88,28 bilhões, de acordo com dados da consultoria especializada IQVIA. O país ocupa, atualmente, o 6o maior mercado farmacêutico do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China, Japa~]ap, Alemanha e França. 

Diante de números tão robustos, a segurança dessa indústria tornou-se fundamental e primordial a fim de oferecer um ambiente seguro para os colaboradores e os clientes. A segurança eletrônica tornou-se uma grande aliada para o setor farmacêutico ao oferecer soluções eficazes e complementares.  

Como todos sabem, a segurança eletrônica é definida como um conjunto de serviços e tecnologias, integrados por um sistema eletrônico, que tem como objetivo principal monitorar ambientes e pessoas para que, dessa forma, tenha um aumento da segurança tanto do patrimônio quanto dos indivíduos. 

“A segurança eletrônica na indústria, em especial a farmacêutica, observa cada uma das etapas, desde o recebimento da matéria prima, seu fracionamento, sua conferência por todos os setores e a finalização para entrega ao destinatário”, explica Claudio Gaspari, CEO da Veolink, uma das principais integradoras de soluções em segurança eletrônica e gestão do Brasil.  

Para que todo o processo seja bem-sucedido, também é de extrema importância o acompanhamento do funcionamento dos maquinários e as movimentações, de pessoas responsáveis e o controle de acesso a ambientes autorizados. 
 
“Considerando o alto valor agregado de seus produtos e equipamentos, bem como a facilidade que criminosos encontram de revender medicamentos roubados no mercado “paralelo”, é essencial pensar em um planejamento adequado e estratégico de segurança eletrônica”, afirma Gaspari. 

 
As tecnologias essenciais para o setor da indústria farmacêutica disponíveis, atualmente, no mercado são o Circuito Fechado de TV (CFTV); controle de acesso; proteção perimetral; RFID sistemas de identificação via rádiofrequência; SDAI, entre outros. “Todos esses processos estão disponíveis na Veolink, que hoje tem se destacado neste mercado”, diz o CEO da Veolink. 

E quais são os benefícios da segurança eletrônica na indústria farmacêutica? Entre outras vantagens, podemos citar o processo de controle de acesso eficiente; diminuição do risco de ocorrer acidentes, furtos e roubos de produtos; notificação de atividades que são incomuns e podem gerar situações de risco e monitoramento e controle de acesso. 

 
Sobre a Veolink 

A Veolink é uma empresa do Grupo Graber, que opera no Brasil desde 1982. A Veolink é atualmente uma das principais empresas de segurança eletrônica integrada para condomínios, indústrias, escolas, shoppings e demais edificações de alto fluxo de pessoas. 

Com atuação em todo o Brasil, seus principais clientes estão presentes em diversos setores da economia como shoppings centers, centros de distribuição, indústrias, bancos, escolas, universidades, entre outros. Oferece soluções como Circuito Fechado de televisão, controle de acesso, alarmes, até sistemas modernos mais elaborados como drones de vigilância, radares para proteção perimetral, sistemas biométricos, RFID, sistemas de proteção veicular. 

Atualmente, a Veolink possui cinco sedes regionais: São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte e São Carlos.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp