18/01/2023 às 14h40min - Atualizada em 19/01/2023 às 00h05min

Alimentação equilibrada e saudável no verão

Por Aline Veroneze de Mello Cesar*

SALA DA NOTÍCIA Valquiria Cristina da Silva Marchiori
Freepik

Aqui, no Hemisfério Sul, o verão começou no dia 21 de dezembro, pertinho do Natal, sendo uma época em que muitas pessoas também possuem o costume de viajar.  

É uma estação com temperaturas mais elevadas e, pensando em alimentação, refeições muito quentes podem aumentar não somente a sensação de calor, mas a própria temperatura do nosso corpo. Também é preocupação as refeições pesadas que podem causar uma sobrecarga do corpo e as condições higiênico-sanitárias dos alimentos que, quando inadequadas, podem ocasionar doenças. Pensando nisso, preparei algumas dicas especiais para este verão: 

  1. Consuma alimentos mais “leves” e refrescantes: 

- Nesse caso, consuma frutas, verduras e legumes que são ricos em vitaminas, minerais e fibras e são grandes aliados da saciedade.  

- Você pode fazer uma salada com folhas variadas e legumes cozidos, regada com limão ou vinagre e azeite.  

- As frutas podem virar uma salada de frutas ou um picolé (com água de coco e frutas de sua preferência, como morango, manga e kiwi em pedacinhos). 

  1. A hidratação é super importante! 

- Alguns fatores são indicativos de desidratação, como a boca seca, pele sem elasticidade, olhos fundos, fadiga (cansaço) e urina concentrada ou em menor frequência.  

- Para evitá-los, consuma água, conforme a recomendação: 35 ml por quilo de peso, então, por exemplo, se você tiver 60 quilos basta multiplicar por 35, ou seja, para uma pessoa com esse peso, o consumo de água deve ser de 2 litros e 100 ml diariamente. Lembrando que, no verão, essa necessidade poderá aumentar, por isso, observe os sinais de desidratação e aumente o consumo, se necessário. 

  1. Atenção ao local de consumo, preparo e armazenamento do alimento! 

- Ao preparar frutas, verduras e legumes, é importante fazer a higienização correta, que compreende a limpeza (retirada de sujidades, partes deterioradas) e a desinfecção com o uso de um saneante, por exemplo, o hipoclorito de sódio ou água sanitária (1 colher de sopa para 1 litro de água), deixando-as de molho por 15 minutos, seguido de enxágue em água corrente. 

- As refeições e alimentos preparados devem ser mantidos sob refrigeração e nunca expostos  à temperatura ambiente, de modo a evitar a proliferação e contaminação por microrganismos que podem causar doenças.  

- É costume frequentar praias durante o verão, sendo assim, precisamos ter atenção à qualidade do alimento do ponto de vista higiênico-sanitário. Então, busque locais conhecidos e de boa procedência que apresentem essas boas práticas.  

  1. Evite as refeições pesadas! 

Como é o caso de porções de carnes gordurosas ou empanadas, embutidos (linguiça e salsicha, por exemplo) e de frituras. Optar, então, pelas carnes mais magras (como o frango, filé mignon, alcatra) e peixes (atum, salmão e sardinha) e as seguintes formas de preparo: assado, cozido ou grelhado. 

  1. E se não quero abrir mão da sopa? 

Existem as sopas frias, que são consumidas sem a necessidade de aquecimento. Já ouviu falar em Vichyssoise e Gazpacho? Vichyssoise é uma sopa de origem francesa com alho-poró, cebola, batata, nata e caldo de galinha, aromatizada com bouquet garni (ervas aromáticas). Já o Gazpacho é uma sopa de origem espanhola com tomate, pepino e pimentão. 

Com essas dicas, vamos aproveitar o verão? 

*Aline Veroneze de Mello Cesar é nutricionista, mestre e doutora em Ciências. Atua como docente do curso de Nutrição no Centro Universitário Internacional Uninter. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp