18/01/2023 às 16h32min - Atualizada em 19/01/2023 às 00h00min

Laboratória abre inscrições para bootcamp exclusivo para mulheres

A edtech tem como objetivo capacitar 500 brasileiras até 2025 com foco no Nordeste

SALA DA NOTÍCIA Christiane Assef Nociti
Divulgação

Estudo recente da Associação de Empresas de Tecnologias de Informação e Comunicação e Tecnologias Digitais (Brasscom) estima que até 2025 o Brasil terá a procura de quase 800 mil novos talentos em programação e quase 160 mil novos postos de trabalho por ano.

Com o mercado aquecido e o objetivo de garantir mais diversidade de gênero ao setor de tecnologia, que hoje em dia é predominantemente masculino, a Laboratória possui um treinamento intensivo (bootcamp) de 6 meses de desenvolvimento web exclusivo para mulheres e com foco em empregabilidade. 

Nos últimos oito anos, a edtech já formou mais de 3.000 mulheres em toda a América Latina e 87% delas estão empregadas em trabalhos de tecnologia com salário médio de R$ 4.000,00, o que significa uma mudança radical de vida e perspectiva. 

E para 2023 a organização chega com novidades. Com o apoio do Google.org, a Laboratória, que já atua remotamente em todo o Brasil, irá intensificar sua atuação em Fortaleza, Recife e Salvador, além de buscar mais diversidade nas turmas. 

A proposta da Laboratória é encorajar mulheres brasileiras a explorarem a tecnologia como um caminho de carreira, ampliando o grau de empregabilidade em regiões onde a oferta dessas formações é baixa. A meta da edtech é capacitar 500 brasileiras até 2025 com foco no Nordeste.  

As inscrições para o processo seletivo são realizadas online pelo site https://selecao.laboratoria.la/, as vagas são limitadas e as aulas começarão no primeiro semestre. 

As interessadas no curso não precisam ter experiência em tecnologia, mas devem atender os seguintes requisitos:

  • Apresentar-se e identificar-se como mulher.

  • Ter no mínimo 18 anos ou 18 anos completos ao final do bootcamp. Não há idade máxima.

  • Não estar cursando uma universidade presencial durante o bootcamp, já que a formação requer dedicação integral.

  • Ter disponibilidade para frequentar as aulas 5 horas por dia, 5 vezes por semana, durante 6 meses. As aulas são remotas.

  • Viver em território nacional.

As alunas só pagam se conseguirem um emprego após a conclusão do bootcamp.

Sobre a Laboratória

A Laboratória capacita as mulheres para terem um futuro melhor e para desenvolverem uma carreira transformadora em tecnologia. Para cumprir nossa missão, oferecemos um bootcamp em que desenvolvemos habilidades técnicas e socioemocionais para que essas mulheres comecem uma carreira na área tech. Conectamos as graduadas com oportunidades de emprego de qualidade no setor e temos uma comunidade vibrante de graduadas que se apoiam mutuamente no crescimento de cada uma para que se tornem futuras líderes na América Latina. Mais de 3.000 mulheres já passaram pelo bootcamp da Laboratória no Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru e cerca de 87% conseguem um emprego na área tech após o bootcamp. 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp