26/01/2022 às 11h46min - Atualizada em 26/01/2022 às 11h46min

Como melhorar o seu custo de armazenagem?

Manter um equilíbrio financeiro ao criar uma loja virtual é fundamental para o seu sucesso e permanência no mercado. Uma das formas de otimizar seus gastos é implementar táticas que melhoram os custos de armazenagem. Afinal, ter um estoque exige um bom gerenciamento e organização a fim de garantir a qualidade do serviço oferecido pela sua marca. 

 

Contudo, essa tarefa pode ser um desafio para diversos empreendedores. Neste artigo, você conhecerá tudo sobre o tema e diversas dicas de como reduzir os gastos do seu negócio. Boa leitura! 

O que é o custo de armazenagem?

 

Os custos de armazenagem são parte do processo de gestão dos empreendimentos que contam com um estoque de produtos. Normalmente, ele inclui todas as despesas com armazenagem, como aluguel de galpões, colaboradores, equipamentos, materiais e transporte. 

 

Essas despesas são essenciais para qualquer empresa que possui um estoque. Logo, é um investimento necessário. Porém, é fundamental analisar todas as operações com cuidado para manter os valores de acordo com o tamanho do seu negócio e faturamento, sem influenciar no preço do seu produto. 

Quais são os tipos de custos de armazenagem?

Antes de melhorar o seu custo de armazenagem é necessário entender quais são os elementos que envolvem os valores a serem gastos. Assim, é possível calculá-lo da maneira correta, sem erros ou falhas que afetem os seus resultados. 

 

Geralmente, esses custos incluem as despesas desde da matéria-prima do seu produto até seu envio ao consumidor. Veja, a seguir, os principais custos de armazenagem!

Manutenção

Quando um negócio trabalha com estoque próprio, é importante cuidar dos seus equipamentos, realizando revisões periodicamente. Por isso, esse custo deve estar no seu planejamento financeiro. Nesse caso, tenha em mente todas as questões de um equipamento, como vida útil e peças que precisam ser trocadas. Desse modo, é possível programar as possíveis manutenções. 

Estrutura

 

A estrutura é todo o espaço que sua empresa utiliza para armazenar suas mercadorias. Ao se tratar desse elemento, é importante incluir os gastos com impostos, taxas, IPTU, água, luz, seguro, internet e aluguel. Todos esses valores devem ser incluídos no seu custo de armazenagem.

Materiais 

 

O custo dos materiais pode variar conforme a mercadoria comercializada pela sua empresa. Geralmente, ele envolve as embalagens utilizadas no envio, como caixas e papéis. Nesse caso, é fundamental avaliar todos os detalhes desse processo para não deixar nenhum material fora do cálculo do custo de armazenagem.

Transporte

 

Quando um e-commerce trabalha com um transporte próprio, é necessário incluir gastos com o veículo, combustível, manutenção e pedágios. Aqueles empreendedores que utilizam um transporte terceirizado também devem incluir o valor do aluguel, frete da transportadora ou da loja virtual ou qualquer outro custo relacionado a esse procedimento. 

 

Bônus: A Mandaê é uma plataforma logística para empresas que buscam reduzir os custos de envio das suas encomendas ou até mesmo melhorar a qualidade e rapidez das suas entregas.

Mão de obra

 

Esse tipo de custo de armazenagem inclui os colaboradores que trabalham com a administração do estoque e todo o processo de logística do seu negócio. 

Operação

 

Todas as operações realizadas no seu estoque devem ser incluídas nas despesas de armazenamento dos produtos. Isso significa que você incluirá todos os gastos com entrada e saída de produtos, carregamento, separação ou qualquer outra movimentação nesse local. 

Como melhorar e reduzir o custo de armazenagem de seu estoque?

 

Após conhecer mais sobre o custo de armazenagem, fica mais simples entender a sua importância no comércio eletrônico. Ele influencia tanto na produtividade quanto na gestão da empresa. Contudo, qualquer falha na execução desse processo pode gerar aumento nos custos empresariais e logísticos. 

 

Então, confira algumas dicas para diminuir e melhorar o custo de estoque e de armazenagem!

Proteja o inventário

 

Hoje, muitas empresas utilizam ferramentas de controle de inventário para proteger suas operações contra perdas e danos de materiais no estoque. Isso ajuda a controlar adequadamente a logística do seu e-commerce e evitar ações inadequadas, como o deslocamento de um produto, resultando na sua perda ou roubo. Para isso, é possível utilizar câmeras de segurança, alarmes e entre outras tecnologias. 

Use crossdocking

 

O sistema de crossdocking trabalha com um centro de distribuição (CD), no qual um pedido de uma loja virtual é enviado para esse local, onde a mercadoria é separada e enviada ao consumidor. O seu foco é transferir um produto que sai do fornecedor de forma direta para o cliente. 

 

Esse modelo de negócio é trabalhar com a venda sem estoque — algo bastante similar ao dropshipping. Desse modo, o vendedor não precisa se preocupar com os custos de armazenagem, além de realizar uma parceria com um fornecedor. Como resultados, os seus gastos são menores. 

 

-> Tenha uma lista de fornecedores de dropshipping.

Automatize tarefas repetitivas

Um negócio que realiza a maioria das suas operações manualmente pode perder muito tempo com as tarefas repetitivas, além de gerar retrabalho e mais custos. Nesse momento, investir em sistemas de automação otimizam os custos de armazenagem e trazem mais produtividade para sua equipe. 

 

Atualmente, existem tecnologias para automatizar diferentes tarefas, como a conferência e separação de produtos. Dessa forma, a empresa evita despesas com quaisquer falhas, além de tornar o processo mais ágil. 

Não acumule itens desnecessários

 

Outra forma de reduzir e melhorar o custo de armazenagem do seu site de vendas é com a análise das mercadorias que estão no estoque para evitar itens parados. Nessa tarefa, o gestor é capaz de evitar acúmulo de produtos do estoque — o que causa mais gastos para a empresa —  e, em simultâneo, otimizar os processos e os lucros. Para isso, é possível investir em ações de marketing para limpar o estoque e elaborar promoções. 

Como calcular o custo de armazenagem?

 

O cálculo do custo de armazenagem deve ser realizado a partir da análise dos tipos de custos citados neste artigo, como mão de obra, materiais, transporte e entre outros. Por isso, é interessante sempre se planejar com uma planilha de controle de estoque. Lembre-se de incluir todos os processos das suas operações de logística a fim de obter um cálculo preciso. 

 

Existem duas maneiras de calcular esse gasto. A primeira você deve dividir o valor total das despesas pela quantia de mercadorias que foram estocadas durante o ano. A segunda forma é preciso dividir o total das despesas pelo tamanho em metros quadrados do local do de estocagem. 

 

A partir dessas informações, um gestor é capaz de identificar possíveis melhorias para reduzir os custos da sua empresa e investir em melhorias estratégicas. Geralmente, também existem sistemas que realizam esse cálculo de forma automática, como um ERP.

Resumo

Agora que você conhece o que é um custo de armazenagem, como calculá-lo e diminuir esses gastos, fica mais simples otimizar seu e-commerce e gerar mais benefícios para suas operações. Além disso, ao reduzir esses valores, é possível investir em outras áreas da sua loja como a divulgação de produtos e a gestão, potencializando sua marca e garantindo maior eficiência nos processos. 

 
Link
Lucas Widmar Pelisari

Lucas Widmar Pelisari

Descobrindo o Marketing Digital, dicas de como aumentar tráfego orgânico e otimização no posicionamento de domínios perante motores de busca

Leia Também »
Comentários »