24/01/2022 às 16h42min - Atualizada em 24/01/2022 às 16h39min

Quanto ganha um professor de francês no Brasil?

Você sabe quanto ganha um professor de francês no Brasil? Então, acabe com essa dúvida agora mesmo. Afinal, neste artigo descobrirá não só o salário, mas como é essa atuação e as oportunidades. 

 

Caso tenha conhecimento necessário, você pode ministrar um curso de francês em São Paulo. Aliás, é uma profissão bem remunerada e também pode servir como uma renda extra.

Carreira de professor de francês no Brasil

Diferente do que muitas pessoas acreditam, a carreira de professor de idiomas no Brasil é muito requisitada. Isso porque, a maioria das escolas têm carência no ensino de outras línguas. 

 

Com isso, é comum que os alunos busquem professores particulares ou escolas específicas. Assim, a busca por esses profissionais tem aumentado nos últimos anos e a remuneração também.

 

Para ser professor de francês no Brasil é necessário que tenha não apenas um bom conhecimento do idioma. Mas, uma boa fluência. Afinal, as aulas de idiomas focam muito na pronúncia e conversação.

Perfil do professor de francês

Caso esteja pensando em seguir na carreira de professor de francês é importante entender o perfil do profissional. Ou seja, as características mais buscadas pelas empresas para esta atuação. São elas:

 
  • Ter domínio da língua francesa;

  • Ter uma boa didática;

  • Comunicação ágil;

  • Paciente;

  • Ter fluência na conversação.

 

Esses são os pontos básicos buscados no mercado de trabalho para quem se candidata à atuação de professor de francês. É claro que podem ter competências específicas que variam de acordo com a sua atuação.

Áreas de atuação do professor de francês no Brasil

Um ponto importante e decisivo na remuneração de um professor é a sua área de atuação. Afinal, há muitas possibilidades para o profissional e elas influenciam no quanto ele pode receber.

Dentre as principais áreas de atuação do professor de francês no Brasil estão:

 
  • Escola pública;

  • Escola particular;

  • Universidades;

  • Aulas particulares;

  • Aulas online;

  • Instituições privadas.

 

Vale destacar que o professor não precisa necessariamente dar aula. Isso porque, ele pode ser contratado por uma empresa para desempenhar uma função de comunicação.

 

Além disso, dentre as opções, é possível que o profissional exerça mais de uma ao mesmo tempo. Por exemplo, um professor de escola pública ou privada também pode oferecer aulas online. 

Quanto ganha um professor de francês no Brasil

A média do salário de um professor de francês no Brasil é de R$ 4 mil, em uma jornada de 28 horas semanais. Esse dado foi apresentado em uma pesquisa com base no Novo CAGED, eSocial e Empregador Web.

 

Ainda na pesquisa, foi apontado como teto salarial R$ 9 mil. Ou seja, há profissionais que recebem um valor bem acima da média mensal. 

Perfil

Na pesquisa também foi apontado o perfil recorrente dos professores de francês. Assim, a maioria tem em média 35 anos, com formação superior em Licenciatura, são mulheres e trabalham 44 horas semanais.

Como aumentar seu ganhos

Além da remuneração mensal, o professor de francês pode desenvolver mais algumas atividades para aumentar seus ganhos. Por exemplo:

 
  • Dar aulas particulares;

  • Ter grupos de ensino do francês na internet;

  • Vender cursos online;

  • Escrever ou traduzir textos em francês;

  • Atuar como intérprete;

  • Fazer freelas que envolvam tradução.

 

Enfim, essas são apenas algumas atuações que podem ser feitas esporadicamente para que o professor de francês no Brasil aumente sua renda. Assim, ele pode usar seus conhecimentos para oferecer serviços particulares ou empresariais.

Setores que mais contratam professores de francês no Brasil

Há dois setores principais que contratam professores de francês. O primeiro é o educacional. Ou seja, são os profissionais que podem trabalhar em escolas públicas ou privadas. Também é válido para aulas particulares.

 

O principal destaque neste setor são as escolas de idiomas. Portanto, as instituições privadas que tem como foco o ensino de diversas línguas, entre elas, o francês. Dessa forma, torna-se indispensável um professor.

 

Já o segundo setor é o de tradução e intérprete. Assim, o profissional pode atuar em eventos ou no meio corporativo. Além disso, editoras de livros tornam-se opção, para que novos livros sejam transcritos para o português.

 

Uma dica é focar em empresas que possuem sede ou filiais na França. Afinal, ter o conhecimento do francês será um diferencial de atuação. 

O que preciso para ser professor de francês no Brasil?

Por fim, para ser um professor de francês no Brasil é preciso que tenha uma graduação. Em especial, se deseja atuar em escolas públicas. O profissional deve ter domínio da língua francesa e também sobre docência.

 

É claro que há outras atuações para o professor que ele não precisa necessariamente de uma formação. Mas, o diploma comprovando sua experiência sempre será um diferencial no momento de buscar oportunidades de emprego.

Seja professor de francês no Brasil

Como pode perceber a carreira de professor de francês no Brasil permite diversos tipos de atuação. Além disso, oferece uma boa remuneração. Portanto, caso queira segui-lá, é importante focar nos estudos para aumentar suas chances no mercado de trabalho.


 
Link
Lucas Widmar Pelisari

Lucas Widmar Pelisari

Descobrindo o Marketing Digital, dicas de como aumentar tráfego orgânico e otimização no posicionamento de domínios perante motores de busca

Leia Também »
Comentários »