08/12/2021 às 09h59min - Atualizada em 08/12/2021 às 09h56min

Coisas que fazem você vender mais e você não pratica

Divulgação

Existem muitas técnicas para vender mais, e existem muitas técnicas para vender mais que você não pratica. Independente do que você vende, se é totalmente online, se também é físico, se é um produto ou serviço, são as estratégias certas que vão diferenciar o seu negócio e te fazer expandir. Mas, não basta apenas ter vontade de multiplicar as vendas, é preciso querer e colocar em prática.  

Não basta só conhecer o processo das vendas, as etapas, o mercado, a sua empresa, seus concorrentes e saber bem o funcionamento dos seus produtos. Isso quase todo mundo já faz. É preciso ir além. Sem clientes, não há vendedores, e é justamente por isso que ter proatividade e uma mentalidade empreendedora é algo totalmente necessário para assumir o controle das suas vendas.  

As vendas, muitas vezes, acabam sendo algo temporário para muitas pessoas, já que é um desafio cuidar de todos os detalhes para manter o nível de vendas em ordem crescente, e nem todo mundo está disposto a isso. Porém, algumas pessoas conseguem aproveitar essa jornada e se transformam em grandes vendedores, com resultados incríveis.  

Essas pessoas conseguem unir o conhecimento com a força de vontade para ultrapassar os seus objetivos e aumentar os seus resultados. Por mais que não exista uma fórmula mágica padronizada para que todo mundo consiga vender do mesmo jeito, existem regras que podem te ajudar a ir muito além do que você imagina.  

Sem coragem, persistência e expertise não se fecha vendas, não se vence os obstáculos. Por isso, hoje vamos te contar 5 estratégias simples que fazem você vender mais e que você não pratica. Confira: 

Ser diferente 

Esse é o primeiro ponto que precisamos comentar. Tem sido fácil perceber que as pessoas estão tentando seguir a moda, o padrão, repetir os mesmos conteúdos, as mesmas táticas, o mesmo caminho de outros vendedores.  

Quando olhamos as redes sociais comerciais vimos sempre um pouco mais do mesmo. A questão não é o que você faz que te torna igual ao seu concorrente, mas o que você faz de diferente dele, o que torna o seu negócio único. O que te diferencia hoje? Pense nisso e trabalhe para mudar esse fator.  

Segmentar o público - não gastar a energia do seu negócio com os clientes errados 

Os seus esforços para solucionar os problemas de clientes errados, para ouvi-los, ajustar propostas conforme os pedidos, mas no fim das contas entender que eles não eram os clientes certos, pode comprometer muito as suas vendas, ainda mais se isso acontecer com frequência.  

Segmente bem os seus clientes. Ao realizar qualquer propaganda do seu negócio deixe claro o intuito de seu produto ou serviço, separe o seu público de acordo com os desejos e problemas reais da sua persona. Os clientes precisam saber o que eles estão contratando, pelo o quê estão pagando, para que você possa entregar o que eles realmente querem sem dor de cabeça.  

Não tente convencer alguém que está procurando outra coisa a aceitar o seu serviço ou o seu produto. Isso pode trazer consequências muito ruins para a sua empresa.  

Sua reputação precisa chegar antes dos clientes 

Todo potencial cliente busca alguém especialista. Ninguém quer contratar um serviço “mais ou menos”, ou comprar um produto “mais ou menos”. As pessoas querem fechar negócio com uma empresa séria, que tem bons feedbacks, que sabe vender e que não enrola na hora de resolver os principais problemas, aliás, que sabe evitar os principais problemas. 

Se a sua empresa tem uma aparência muito amadora, que não sabe o que faz ou que tem feedbacks negativos maiores do que as avaliações positivas, poucas pessoas vão querer te ouvir. 

Então, independente do ramo do seu negócio, execute bem todos os seus serviços, desde o primeiro cliente, para que a sua reputação seja um atrativo e não um item que repele pessoas. Não basta ser bom, tem que parecer bom para que alguém realmente queira comprovar.  

Olhar constantemente para as possíveis melhorias 

Vendas não acontecem por acaso. É preciso estudar, se reciclar, ficar atento ao mercado, as mudanças, a concorrência, aos consumidores, conhecer profundamente o que você oferece, porque você oferece e para quem você oferece. O aperfeiçoamento é o que vai livrar o seu negócio da falência e te fazer ir mais longe. 

Uma empresa que faz o que é necessário e continua sendo sempre boa é uma empresa estagnada, que pode até ter muito potencial, mas que não sabe explorá-lo e por isso fica sempre no mesmo patamar. Mas, uma empresa que olha constantemente para o que pode ser melhorado e busca otimizar os seus processos é uma empresa em crescimento, que não para e não se contenta com o básico. 

Por isso, foque sempre em consertar as falhas, não cometer os mesmos erros, verificar o que pode ser mudado, pedir a avaliação dos clientes e levar a sério a opinião dos seus consumidores. Apenas através da busca pela evolução é possível usar o conhecimento da forma certa e enxergar melhores cenários de vendas. 

Inclua os seus clientes nas etapas de aprimoramento do seu produto ou serviço, para que o seu processo comercial continue evoluindo.  

Ser capaz de demandar os serviços - formar uma equipe 

Você até pode ir longe sozinho, mas vai estagnar em algum momento. Você só pode ir realmente longe e continuar caminhando progressivamente se souber demandar, se houver uma equipe forte junto com você. 

Muitas pessoas começam um negócio sozinhas e isso é ótimo também. Mas, quando a fase inicial passa, é inevitável ter outras pessoas de confiança do lado, é inevitável terceirizar algumas funções. Nenhuma empresa se torna uma grande empresa com uma pessoa só, é preciso ter um time. 

Pode ser que você seja ótimo em entrar em contato com os clientes, mas pode ser que você seja péssimo em administrar as redes sociais ou colocar estratégias de marketing na prática. Pode ser que você seja ótimo em divulgar o seu produto, mas seja péssimo na parte financeira. Ninguém é bom em tudo, justamente por isso você precisa aprender a terceirizar, demandar, contratar profissionais que realmente sejam bons em coisas que você não é.  

E nem todos esses profissionais precisam estar necessariamente na sua empresa. Uma agência de marketing digital, por exemplo, pode ser contratada para trabalhar para você, alavancando suas vendas através da internet, fazendo com que o seu produto ou o seu serviço seja conhecido e se torne ainda mais relevante. Para isso você não precisa que esses profissionais estejam o tempo todo com você,  o serviço pode até mesmo ser contratado de forma virtual.  

Essas são 5 dicas simples para vender mais, que muita gente já sabe, mas que pouca gente pratica. Quais delas vão entrar na sua rotina a partir de hoje?  


Enviado por Sua Imprensa
Link
Relacionadas »
Comentários »