15/06/2021 às 11h12min - Atualizada em 15/06/2021 às 10h53min

Como funciona o processo de importação de máquinas

Conhecer todos os passos para a importação de máquinas pode ser um pouco cansativo, mas é essencial para evitar surpresas e imprevistos. Existem leis e regras que regulam este mercado, e precisam ser atendidas.

 

Para esclarecer as dúvidas mais recorrentes, fizemos um artigo contemplando alguns assuntos. 

 

Aqui está tudo o que você precisa saber para iniciar o processo, acompanhe.

 

O que é necessário saber antes de importar uma máquina ou equipamento?

Empresas como a Target Export são especializadas em importação e exportação de máquinas e equipamentos. É importante entrar em contato para ter informações detalhadas sobre seu produto. 

 

Porém, em termos gerais, a importação obedece alguns passos, a saber:

Legalização da empresa que pretende importar

O primeiro passo começa ainda no planejamento da importação. Você precisa se certificar de que a sua empresa está funcionando de forma legal, ou seja, possui todos os documentos necessários para ser reconhecida e funcionar livremente.

 

O CNPJ regular será imprescindível para dar início e continuidade  ao processo de importação. Além disso, importação e exportação precisam estar incluídas no objeto social.

Cadastro no RADAR

O RADAR contém informações sobre atividades aduaneiras, contábeis e fiscais. É nele que a empresa precisa se cadastrar para iniciar o processo de importação de máquinas. A documentação exigida para  se fazer cadastro de um CNPJ são:

 

Contrato social;

Certidão da Junta Comercial;

Documentos como RG e CPF do representante legal;

Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais

 Classificação do Produto

Alguns casos pedem que seja emitido um laudo que esclareça algumas questões da fiscalização e evite transtornos. Existem empresas especializadas que se ocupam dessa atividade. 

 

A classificação das máquinas deve seguir algumas normas e uma delas envolve os padrões da NMC, a fim de evitar multas. Caso a descrição das máquinas seja diferente daquilo que realmente está sendo importado, poderá haver cobrança de multas. 

Encontrar fornecedores

No mercado internacional haverá uma grande quantidade de fornecedores para aquele produto que você deseja, basta escolher o que tem mais credibilidade e preço dentro do seu orçamento. 

 

É necessário também estabelecer alguns acordos para evitar problemas posteriores. Faça com ele um contrato específico que define responsabilidades com  prazo de entrega, requisitos técnicos, responsabilidade pelo transporte, forma de pagamento, seguro, garantia  e outros. 

 

Isso vai assegurar seus direitos como empresa contratante e os dele como fornecedor. Portanto, certifique-se de definir todos os seus direitos e deveres como importador. 

Importação de Máquinas da China

No topo da lista de fornecedores de máquinas e equipamentos para o Brasil está a China. Principalmente em tempos de crise, a importação de maquinário ao invés da importação de produtos prontos é muito bem vinda. 

 

Os produtos finalizados vindos apenas para revenda não geram emprego nem movimentam consideravelmente a economia. E a China é o maior parceiro do Brasil no quesito importação de máquinas. 

 

Há uma feira anual que ocorre no Brasil chamada ABIMAQ (Associação Brasileira de Indústria de Máquinas) , onde se reúnem alguns parceiros que podem ser o seu fornecedor ideal.

 

Portanto, uma dica para encontrar seu equipamento naquele país é visitar a feira e estabelecer alguma relação entre as empresas que poderão ser sua parceira. 

Importação de máquinas e equipamentos usados

Existem regras que regulam a importação de maquinário usado. E alguns dos requisitos são:
 

Não haver fabricação deste mesmo equipamento no Brasil ou não haver qualquer outro que possa substituí-lo de fabricação nacional.
 

Importação dentro do prazo de vida útil da máquina ou equipamento
 

Ter laudo técnico informando que a máquina está em boas condições e constando o ano de fabricação, o ano em que foi revisada, declaração de que a máquina opera normalmente como se fosse nova, sua vida útil, seu peso, entre outras informações. 

 

Além desses, existem outros quesitos a serem levados em conta na hora de importar máquinas ou equipamentos usados. Todos podem ser acessados nos portais e sites oficiais do governo federal.


 

Link
Relacionadas »
Comentários »