04/03/2021 às 10h59min - Atualizada em 04/03/2021 às 10h58min

Empreendedores de lojas físicas estão se adaptando a era digital devido à pandemia

De repente, tudo mudou, com a pandemia por conta do novo coronavírus, todos precisaram se reinventar, mudar hábitos do cotidiano e até encontrar novas formas de trabalhar.  

Com as pessoas em casa, certamente, alguns serviços acabaram sentindo mais as consequências do distanciamento social, como é o caso do varejo e restaurantes que, em tempos incertos, vê seu consumo cair.

Mas é exatamente nessa hora que é preciso olhar mais longe, parar para analisar o que estão fazendo, quem está conseguindo se manter no mercado e, até mesmo, superar as expectativas nesse “novo normal”.

Enquanto alguns varejistas se reinventaram, logo no primeiro semestre de 2020, outros, porém, não puderam acompanhar este movimento e, infelizmente, acabaram por fechar suas portas definitivamente. 

A resposta para quem não quer, simplesmente, esperar essa onda passar é apostar na tecnologia. Pois é, quem fez dela uma aliada acabou driblando esse momento e, em alguns casos, até se surpreendendo com os resultados.

Ou seja, a transformação digital é a única saída para quem não quer ter que fechar as portas definitivamente. Se ela já era uma realidade antes da pandemia, agora se tornou uma necessidade urgente.

Como fazer a transformação digital 

Mesmo com o  comércio, de uma forma geral, passando por uma crise nesses tempos de pandemia, ele tem mostrado uma boa reação em relação às adversidades, e o segredo é a transformação digital.

Quem não está apostando na tecnologia, está ficando para trás e fechando suas portas.

Diante das medidas de distanciamento social, é mais do que urgente apostar  em novas estratégias de vendas, e isso passa pelo processo de digitalização de empresas dos mais variados setores.

Pois é, apostar no digital é a única saída para a sobrevivência do seu do seu negócio, mas como fazer? 

Confira aqui abaixo algumas ações que tem se mostrado muito eficazes em vários setores.  

Redes Sociais

Não dá mais para fechar os olhos para as redes sociais, elas não só trazem visibilidade e proximidade com os clientes, como são ótimas (e econômicas), soluções para promover produtos de uma forma super eficaz, de conversar diretamente com os clientes, anunciar iniciativas, promoções, enfim, ela pode ser uma ótima ferramenta, quando bem usada.

E mais, além de funcionar como vitrine, as redes sociais também podem ser integradas a um e-commerce, se transformando num canal de vendas.

Vale saber que Facebook e Instagram oferecem uma loja na própria plataforma, facilitando ainda mais as vendas. 

E-commerce

Se antes do distanciamento social ter uma loja virtual, apostar no e-commerce era fundamental para continuar vendendo, mesmo em períodos de fechamento da unidade física. O e-commerce permite oferecer um canal de venda rápido e eficaz.

Portanto, se você torcia o nariz para o e-commerce, acredite, ele vem salvando muitas empresas do fechamento total, e até surpreendendo positivamente tantas outras, que ainda não tinham aderido à essa forma de venda.

 

Whatsapp

O Whatsapp, aplicativo número 1 dos brasileiros para a troca de mensagens instantâneas, também se consolidou como ferramenta de promoção de vendas e de comercialização de produtos durante a pandemia. 

Pequenas, médias e grandes empresas vêm fazendo uso do aplicativo de mensagens para vender ou dar suporte aos clientes.

Na verdade, o uso do WhatsApp pelos comerciantes surgiu da necessidade de reinventar a maneira de ter acesso ao cliente e de vender durante o período de restrição de atividades. 

Do Gás e Cozinha a algum item de farmácia, o WhatsApp se tornou uma importante estratégia de venda, surgindo no desespero de quem precisava  seguir vendendo. 

Hoje é possível comercializar tudo pelo Whatsapp, já que o aplicativo de mensagens permite imagens, vídeo, áudio, e até videoconferência.

 Aplicativos próprios

Embora muitos comerciantes venham apostando em aplicativos consagrados para venderem seus produtos, na verdade, isso esbarra no fato de terem que competir com marcas famosas do mercado e acabarem nem tendo visibilidade.

Essa realidade, além das altas taxas cobradas por alguns desses aplicativos, abriu portas para a criação de aplicativos próprios de pequenas empresas, com a vantagem de não competirem com as grandes e ainda oferecerem um valor de entrega mais atraente. 

É possível um restaurante, Pet Shop, pizzaria, até distribuidora de gás de cozinha, ter aplicativo, como o aplicativo Preço do Gás, um bom exemplo de uso de aplicativo como forma de garantir as vendas e ainda facilitar a vida dos clientes. 

Hoje existem muitas empresas especializadas na criação de aplicativos para pequenas, médias ou grandes empresas.

 

Apostar no digital para não ficar para trás

Certamente, quando se trata de pequeno negócio, a estrutura é diferente, porém, isso não impede de seguir o mesmo caminho dos grandes, até porque, as alternativas para vender online vão desde as mais simples até aquelas mais complexas. 

O importante é ter em mente que o modelo de venda digital veio para ficar.

Porém, mesmo que o e-commerce através de um site seja uma ótima alternativa, ele pode demorar um pouco para começar a trazer bons resultados, principalmente, no caso de um pequeno negócio, sendo mais indicado investir em redes sociais, ou o aplicativo de mensagens, Whatsapp.

O que importa é entender que a transformação digital é um passo importante para empreendedores que não querem ficar para trás, é fundamental para sobrevivência de pequenas e médias empresas, e a tendência é aumentar a aposta por esse modelo de negócio.

Enfim, é importante ter em mente que a loja virtual não é o único canal de vendas de um e-commerce, é preciso considerar, e muito, as redes sociais, email marketing e o Whatsapp como uma importante ferramenta nesse processo.  

Link
Lucas Widmar Pelisari

Lucas Widmar Pelisari

Descobrindo o Marketing Digital, dicas de como aumentar tráfego orgânico e otimização no posicionamento de domínios perante motores de busca

Relacionadas »
Comentários »