03/02/2021 às 17h06min - Atualizada em 03/02/2021 às 17h04min

Como trabalhar e render nos estudos? Veja dicas

Manter uma rotina de trabalho e estudos não é nada fácil. No entanto, é o único caminho para melhorar nossa qualidade de vida. É um esforço que vale a pena.

Quando falamos em estudar, a primeira coisa que vem à mente é uma pessoa rodeada por livros, lendo e escrevendo freneticamente. Embora existam pessoas que façam isso, podemos dizer que não é uma regra.

Aliás, o excesso de estudos pode piorar seu desempenho durante a prova. No fim das contas, a qualidade vence a quantidade. Uma rotina de estudo inteligente, mesmo para quem trabalha muito, pode garantir o sucesso nas provas.

Veja algumas dicas simples e eficientes!

Separe um tempo para os estudos

O tempo é um bem escasso, o qual estamos sempre perdendo. Portanto, é muito importante fazer bom uso do tempo que temos, indo desde algumas horas até alguns poucos minutos.

Para quem trabalha, o ideal é separar pelo menos 1 hora diária para estudar. Parece pouco, não é verdade? Mas em 1 ano, você terá estudado 365 horas, o que é equivalente a realizar 3 cursos de especialização.

Uma forma de controlar o tempo de estudos é aproveitar a didática de escolas online, como é o caso da Gran Cursos. As aulas são pensadas para o público que trabalha, e com certeza vai te ajudar bastante. Aliás, vale lembrar que você pode estudar pelo celular.

Dessa forma, além de seu tempo para estudos após o trabalho, você pode aprender algo no ônibus, no intervalo para o almoço ou em qualquer outra oportunidade. É fácil estudar mais de 2 horas por dia desse jeito!

Leia todo o conteúdo que vai cair na prova

O conteúdo das provas de concursos é bastante vasto. Em geral, nem mesmo os concurseiros que só estudam conseguem dominar todo o conteúdo. Todavia, isso não é necessário — embora seja ideal.

Uma pessoa que trabalha o dia todo terá muita dificuldade em dominar o conteúdo, mesmo ao aproveitar cada momento do dia. Assim, o recomendado é dominar o básico e, em seguida, ler todo o conteúdo da prova.

Para quem domina o básico — o que já é muita coisa —, é mais fácil entender conceitos mais complexos, assim como deduzir suas implicações. Portanto, ler todo o conteúdo, mesmo que só por cima, pode garantir alguns conhecimentos fundamentais.

Em um concurso, isso pode significar um ou dois pontos a mais na prova. Quem nunca reprovou por 1 ponto, não é verdade?

Prepare exercícios após cada sessão de estudos

Todas as sessões de estudos precisam ser seguidas de elaboração de exercícios. Isso garante que o aprendizado seja profundo, ao invés de ficar apenas na memória recente.

Além disso, os exercícios elaborados dessa forma são ótimos para revisão. Portanto, foque em conceitos-chave e detalhes do conteúdo — principalmente se for sobre legislação.

A sua hora de estudo diária deve ser composta por 40 minutos de leitura, 10 minutos para composição de exercícios e 10 minutos para resolver exercícios. Mantenha cada sessão de estudo bem documentada para revisão posterior.

Faça bom uso dos finais de semana

Os finais de semana são de suma importância para seu desempenho durante as provas. Porém, não pense em estudar o dia todo visando “compensar” a rotina de trabalho.

Além de não dar certo, você ficará cansado para a próxima semana, o que vai impactar tanto no trabalho quanto nos estudos.

O ideal, portanto, é usar os finais de semana para revisar o conteúdo. É aqui que os exercícios desenvolvidos durante a semana ganham peso: eles vão ajudar muito nesse trabalho.

A sua revisão da semana deve contar com, no máximo, 4 horas distribuídas entre sábado e domingo. No sábado, tente encontrar e tapar “furos” no estudo da semana. No domingo, aproveite para fazer a maior quantidade de exercícios que puder.

O resto do final de semana deve ser dedicado ao descanso e lazer. Você pode estudar um pouco, desde que não se desgaste muito.

Tome cuidado com as prioridades de estudo

Um dos maiores erros dos concursandos na hora de estudar é não priorizar o estudo de forma adequada. A maioria das pessoas tende a estudar apenas o que já domina, ou seja, mais do mesmo.

A razão disso é que, ao se depararem com dificuldades de aprendizado — algo normal e necessário ao desenvolvimento —, elas recuam. Assim, voltam ao tema que mais tem afinidade em busca de conforto.

Se você quiser ser bem-sucedido na seleção, faça justamente o contrário do natural: foque na matéria que tem dificuldade!

Resolva as provas anteriores

Por fim, resolver as provas anteriores é o melhor caminho para quem quer tirar uma boa nota no exame. O motivo disso é que há padrões que se repetem em todos os concursos.

Portanto, ao dominar a resolução dos exercícios de uma determinada banca, suas chances aumentam muito.

Gostou das dicas para render nos estudos? Não deixe de compartilhar com seus amigos!

Link
Lucas Widmar Pelisari

Lucas Widmar Pelisari

Descobrindo o Marketing Digital, dicas de como aumentar tráfego orgânico e otimização no posicionamento de domínios perante motores de busca

Relacionadas »
Comentários »