23/12/2020 às 17h09min - Atualizada em 23/12/2020 às 17h07min

Do lixo ao sucesso: Sereia conquista as redes sociais com muita autoestima

Jovem pernambucana mostra que é possível conquistar a vitória na vida

Divulgação

Em meio à pandemia, não é segredo para ninguém que tantas vidas foram transformadas ao longo do ano. Comerciantes, profissionais liberais, médicos, jornalistas, enfim, todos os profissionais tiveram suas vidas impactadas durante este ano tão difícil.

No entanto, com a proximidade do Natal, a esperança se renova para que venha um período de cura, paz e alegrias. Famílias ainda não estão próximas, colegas ainda não se abraçaram, mas quando se vê boas notícias, é possível crer que há razões para acreditar em dias melhores.

E dias melhores podem vir quando menos se espera. Ao menos para a jovem Maria Fernanda Marinho da Silva. Com 23 anos, ela, que desde os 11 trabalha para ajudar a família, soube enfrentar diversos desafios que apareceram em seu caminho e traçar uma vida melhor para todos que a cercam. Quem a vê hoje nas redes sociais, conhecida como Sereia, não imagina o quanto foi difícil para ela chegar até aqui.

Divulgação

De família humilde, Sereia teve que trabalhar desde nova para ajudar os pais e os irmãos mais novos. Uma das atividades que ela fazia era catadora de material reciclado. Sim, ela revirada os lixos atrás de algo que pudesse servir para reciclar, e assim ganhar dinheiro e lutar pelos seus sonhos: “Todo dinheiro que eu recebia era para colocar dentro de casa, pois era muito difícil e precisava de colocar alimento na mesa”, ela recorda.

Mas, além dos desafios em conseguir ajudar no sustento familiar, Sereia lamenta que teve que enfrentar uma luta emocional bastante difícil: “Meus colegas de escola debochavam de mim, faziam gozações, pois como eu era filha de catadoras de material reciclado e puxava uma carroça, isso para eles era motivo de fazerem bullying comigo”, conta.

O tempo foi passando e agora com 23 anos, Sereia começou a investir numa rede social. Sempre fã de música e dança, ela começou a postar conteúdo nas suas páginas dançando e cantando, mesmo enfrentando uma série de críticas. “Por não me enquadrar nos padrões de beleza que as pessoas julgam mais bonito, comecei a ser criticada. Mas quero mostrar nas minhas postagens no Instagram que as mulheres acima do peso podem ter alto-estima e ter uma beleza para se mostrar”.

Divulgação

E foi nesta situação que Sereia foi descoberta pela empresária Sophia Utnick. Radicada nos Estados Unidos, a paisagista brasileira tem revelado novos talentos culturais através da sua empresa, a Utnick Production. Para gravar o videoclipe de uma de suas artistas, seu desejo era dar visibilidade à todas as pessoas e mostrar que existe beleza em vários padrões. Assim, foi pelas redes sociais que Sereia foi descoberta e receber o convite para participar desta gravação. “Fiquei super emocionada quando ela me chamou e me procurou para conversar. Após esse momento, ela falou que gostou de mim e propôs em ajudar na minha carreira”, detalha a jovem.

Com este apoio na carreira, Sereia já tem seus sonhos idealizados: “Quero dar uma vida melhor para minha mãe e meus irmãos”. Para chegar lá, ela sabe que o caminho não é fácil, mas com dança, simpatia e muita alegria ela tem lutado diariamente para isso. O apoio da empresária será fundamental: “Ela é uma menina doce, talentosa, dedicada, e tem uma história muito difícil e bonita se vermos que ela conseguiu superar tantos desafios. Por isso, e acreditando que ela pode ser um exemplo de que as pessoas podem realizar seus desejos, estou investindo nela”, conta Sophia Utnick.

Conheça mais sobre os trabalhos da produtora no perfil @utnickproduction e siga a Sereia em seu perfil no Instagram @a_sereia21.

Link
Relacionadas »
Comentários »