22/12/2020 às 10h17min - Atualizada em 22/12/2020 às 10h16min

Maneiras para adaptar o seu conteúdo ao EAD

Provavelmente você ouviu muito a expressão EAD durante o ano de 2020.  E não foi à toa, já que a crise na saúde pública deste ano nos obrigou a procurar novos meios de estudar longe das salas de aula. 

 

O Ensino a Distância (EAD) se tornou uma prática comum há um certo tempo. Diversas escolas, universidades, cursinhos e empresas utilizam esse sistema para digitalizar e renovar seus serviços. Pensando nisso, separamos algumas dicas de como adaptar o seu material para o EAD. 

imagem do Unsplash

  1. Videoaulas

    As videoaulas talvez sejam a maneira mais tradicional de produzir conteúdo virtual. Muitos jovens, tanto na fase escolar quanto na universitária, consomem produtos audiovisuais para estudo e lazer.

    De acordo com relatório do YouTube Insights, 96% dos jovens brasileiros, de 18 a 35 anos, acessam o YouTube. Essa é a principal plataforma de vídeos da atualidade e pode ser usada como ferramenta para alavancar as suas aulas.

    O formato da videoaula possibilita que o aluno assista às matérias diversas vezes e pause a transmissão sempre que for necessário fazer anotações e considerações. Além disso, o estudante pode assistir à aula no local em que se sentir mais confortável, o que ajuda no seu aprendizado.

 

Outra pesquisa, feita pelo Google e pela Provokers, aponta que o consumo de vídeo na web cresceu 165% no Brasil. O número de pessoas que se inserem no meio audiovisual apenas aumenta e perceber essa tendência de mercado é fundamental para o crescimento do seu produto.

 

Vale lembrar que o conteúdo precisa ser bem produzido! Tenha um bom equipamento de gravação, um lugar silencioso, boa iluminação e slides para guiar a aula.

Imagem do Unsplash

  1. Cursos On-line

    Por que não trazer o mundo dos cursinhos para a internet? A vida se tornou muito dinâmica, de forma que temos cada vez menos tempo para realizar as tarefas diárias e pensar em nosso futuro. O antigo molde de cursos, que exige o deslocamento até o estabelecimento de ensino, está ficando obsoleto. 

 

    Pensando nisso, por que não digitalizar esse processo e transformar o aprendizado em algo fácil e prático para as pessoas? De acordo com a pesquisa do Google, a demanda por cursos on-line teve um aumento de 130% durante o ano de 2020.

 

    O motivo é que, além da necessidade de permanecer em casa, as pessoas estão procurando conteúdos que podem ser acessados em qualquer lugar. A comodidade e a mobilidade são fatores fundamentais na hora da escolha.

 

    Certifique-se que seus cursos tenham um material vasto e que aborde todo o conteúdo do assunto proposto. O usuário precisa sentir que suas necessidades foram atendidas e que seu investimento valeu a pena. 

    Gerar certificados automaticamente também pode ser um diferencial dos seus produtos. Essas certificações são enviadas diretamente ao aluno e ainda podem ser usadas como uma forma de verificar sua participação no curso.

 

    O Estratégia Vestibulares possui uma página em seu site exclusiva para pacotes. Lá é possível encontrar cursos personalizados para cada vestibular, incluindo os principais seletivos como Enem, Fuvest, Unicamp e muitos outros.

 
  1. Simulados e Provas Virtuais

    Depois de passar pelas aulas e cursos, é necessário que os estudantes testem o seu conhecimento. A aplicação de Simulados e Provas on-line pode contribuir com o aprendizado e a preparação de seu aluno.

 

    Existem ferramentas na internet que facilitam a produção de provas virtuais. Além disso, algumas delas já contam com um corretor automático para agilizar o processo. Lembre-se que garantir a segurança da prova e dos dados do usuário também é importante! Procure opções para proteger as informações como QR Code ou assinatura digital.

Vale lembrar que é sempre interessante disponibilizar o gabarito e a correção da prova, além dos resultados individuais de cada participante dos testes. É uma experiência diferente, mas que agrega ao seu conteúdo. Quanto mais funcionalidades estiverem disponíveis em sua plataforma, melhor serão os seus resultados.

    

 
  1. Contato entre alunos e professores

    Por mais que o aluno esteja engajado com o conteúdo, ele ainda pode sentir falta do contato com os docentes. Por isso, é muito importante promover a proximidade entre alunos e professores, seja por meio de chamadas de vídeo, fóruns ou até mesmo por aplicativos de mensagens. 

 

Os discentes precisam desse espaço para tirar dúvidas, fazer questionamentos e pedir conselhos aos professores. Uma plataforma que possibilita esse contato certamente se diferencia das demais. Mesmo separado por uma tela, o auxílio de um professor faz muita diferença na trajetória do aluno.

 
  1. Ouvir o feedback dos usuários

    A melhor maneira de aprimorar seu conteúdo EAD é ouvindo o seu público. Os usuários são a chave para entender quais são os problemas e acertos da sua plataforma ou do seu site.

    As redes sociais são uma ferramenta extremamente útil para essa finalidade. Produzir enquetes e caixas de perguntas nos stories do Instagram pode criar engajamento e trazer informações preciosas. Com isso, é possível reconhecer o comportamento do público e traçar estratégias para conquistá-lo. 

Aproveite a oportunidade para entender o que o cliente pensa sobre o produto, o que pode ser melhorado e até mesmo identificar o que não está funcionando. Essas são apenas algumas maneiras de adaptar o seu conteúdo para o mundo digital. Então, fique atento às novidades e atualize-se!



 

Metadescription: Quer adaptar o seu conteúdo para o EAD? Preparamos esse texto com dicas e maneiras para realizar esse processo. Confra!

 
Link
Lucas Widmar Pelisari

Lucas Widmar Pelisari

Descobrindo o Marketing Digital, dicas de como aumentar tráfego orgânico e otimização no posicionamento de domínios perante motores de busca

Relacionadas »
Comentários »