24/11/2020 às 19h04min - Atualizada em 24/11/2020 às 18h56min

Inclusão para o Povo Preto nas empresas

Plataforma quer incluir negros no mercado de Trabalho

(Foto: Divulgação)
De acordo com o IBGE, os negros representam 51% dos brasileiros, embora sejam os mais desfavorecidos no que diz respeito a inclusão no mercado de trabalho por conta do racismo. De olho nessa situação, o empreendedor paulista Laudo Nascimento acaba de lançar no mês da Consciência Negra o site povopreto.com.br. O objetivo é cadastrar de forma gratuita todos os prestadores de serviços negros, independente da área de atuação. 

“Queremos ter diaristas, mecânicos, tatuadores, cabeleireiros, encanadores, psicólogos, advogados, arquitetos, médicos, dentistas, fisioterapeutas, etc… Queremos o black money primeiramente circulando entre nós pretos, pois nossa representatividade começa por nós quando consumimos produtos e serviços do nosso povo preto.”, define Laudo.

A plataforma de serviços quer funcionar como uma vitrine digital para profissionais negros, em grande parte invisibilizados pelo mercado.

"Muitas pessoas tem aquela desculpa de dizer que não contratam negros porque não sabem em qual lugar encontrar. Agora com a plataforma já vão poder conhecer.", destaca o empreendedor.

O serviço é totalmente gratuito para pessoa física. Já para empresas que queiram se cadastrar no site é cobrado um valor simbólico de adesão, de R$ 47,00. A contribuição visa ajudar na manutenção da iniciativa, que está sendo financiada com recursos próprios.

A proposta também expõe uma realidade gritante para os negros no Brasil: Dados recentes revelam que o rendimento domiciliar per capita médio, em 2018, da população negra foi R$ 912 menor do que o da população branca no Brasil. Além disso, a taxa de desocupação média, em 2018, foi 4,6% maior para os que se identificam como pretos ou pardos. 

Números que destacam a desigualdade social no Brasil, notadamente reforçada pela cor da pele. Diante deste cenário, iniciativas como a do Laudo procuram estabelecer um parâmetro na luta por maior igualdade racial no Brasil. 

Sobre Laudo Nascimento 

O empreendedor paulista Laudo Nascimento, natural de Irapuru, no interior de São Paulo, se mudou para a capital paulista, onde atuou na área financeira de grandes empresas de automação bancária. No ano 2000, Laudo embarcou numa nova aventura: deixou o Brasil e se mudou para Dublin, na Irlanda, país onde reside até hoje.

Na Irlanda, realizou diversos trabalhos. Fez parte de uma empresa de mergulho recreativo, trabalhando com turistas e alunos locais, atuando na equipe de ensino e treinamento desta organização. Também atuou na área financeira de um tradicional grupo hoteleiro irlandês e uma instituição financeira britânica. Em 2009, ele começou empreender no comércio varejista. Por fim em 2018, Laudo iniciou um novo projeto no Brasil, empreendendo no setor de hospitalidade.

Em agosto de 2020, Laudo Nascimento decidiu fazer algo de peso com impacto social positivo visando a população preta no Brasil. Foi daí que surgiu a projeto povo preto, uma plataforma de serviços que funciona como uma vitrine digital para prestadores de serviços do povo preto, que visa dar visibilidade a profissionais pretos, pretas & pretxs,além de incentivar o consumo solidário de serviços entre o povo preto e pessoas não racistas em nossa sociedade.
Link
Henrique Harmonia

Henrique Harmonia

Atualmente com Colunas em 7 Jornais, 3 Revistas e 3 Portais de Notícias, além do Programa Em Harmonia, exibido em 17 emissoras de 8 estados do Brasil.

Relacionadas »
Comentários »