01/06/2020 às 22h56min - Atualizada em 01/06/2020 às 22h48min

Nutricionista aponta a vitamina D como possível aliado no combate ao novo coronavírus

O Dr. Leone Gonçalves aponta estudos que revelam que a deficiência de vitamina D aumenta predisposição a infecções sistêmicas.

Dr. Leone Gonçalves, nutricionista/Reprodução / MF Press Global
A vitamina D tem uma função muito importante em nosso sistema imunológico e alguns estudos mostram que a deficiência de vitamina D podem aumentar o risco de desenvolver doenças respiratórias, inclusive o novo coronavírus (covid-19), que tem como seu sintoma mais grave complicações respiratórias. A vitamina D pode ser obtida através da exposição solar regular ou pela alimentação e suplementação.

Dr. Leone Gonçalves, nutricionista e especialista em nutrição clínica e funcional, revela que os mais recentes estudos mostram a importância da vitamina D para fortalecimento da imunidade: “Foi publicado agora durante o surto do novo coronavírus em um jornal italiano, o La Reppublica, uma matéria realizada na Universidade de Turim, no norte da Itália, em que pacientes graves infectados pelo novo vírus verificou uma alta prevalência de deficiência de vitamina D (hipovitaminose D). Já outros estudos sugerem que a suplementação pode melhorar a resposta imune e proteger contra infecções gerais, principalmente em indivíduos com níveis mais baixos de vitamina D. Uma concentração de vitamina D no sangue acima de 38 ng/dl reduz pela metade o risco de infecções agudas do trato respiratório.”

Vitamina D pode salvar vidas e aumentar a longevidade

Além dos benefícios de aumentar a resposta imune, o Dr. Leone Gonçalves também aponta que o nutriente pode atuar no aumento da longevidade: "Um estudo publicado em 2014 mostrou que a suplementação de vitamina D diminui a mortalidade em idosos. Observou-se agora em 2020 que a vitamina D em níveis adequado reduziu a mortalidade em idosos (idosos correm maiores riscos de ter complicações com o COVID-19).”

Vitamina D não é a cura para o novo coronavírus

No entanto, o nutricionista salienta que aumentar a ingestão de vitamina D por suplementação ou a exposição da pele ao sol não cura a covid-10: “importante reforçar que não existe nenhum estudo científico que aponte a suplementação de vitamina D previne ou mostre uma contribuição no tratamento do COVID 19, ainda é muito recente para isso, porém entendemos que através de alguns estudos publicados anteriormente sobre a vitamina D estamos no caminho certo para aumentar a resposta imune. Por isso, tome banhos de sol diariamente, pelo menos 20 minutos com o corpo inteiro exposto sem proteção solar. Se isso não for possível, procure um nutricionista ou médico para saber se você precisa suplementar vitamina D.”
Link
Relacionadas »
Comentários »