29/03/2012 às 22h54min - Atualizada em 05/05/2012 às 22h54min

Pornochanchada do "BBB 12" chega ao fim

O caso do “suposto estupro” marcou a décima segunda edição do “BBB”.

Fabio Maksymczuk

Olá, internautas

Cerveja Devassa. FIAT. OMO. Guaraná Antártica. Niely Gold. Essas “renomadas” empresas patrocinaram a pornochanchada do “BBB 12” que chegou ao fim nesta quinta-feira (29/03). O diretor Boninho conseguiu alcançar a sua meta. Escalou participantes desinibidos para ultrapassar a barreira dos “romances fakes”. Brothers e sisters “avançaram o sinal” na casa mais vigiada do País.

O caso do “suposto estupro” marcou a décima segunda edição do “BBB”. Daniel foi rifado da atração. A Rede Globo o blindou. Depois, “inocentado” pela parceira de jogo, Monique, saiu da toca e botou a boca no trombone. Posou de bom moço em entrevista concedida ao “Mais Você”, de Ana Maria Braga. Diante da situação, segundo notícias publicadas pela imprensa, o rapaz processará a emissora por toda a balbúrdia. Quem diria hein..

Depois do fato, outros confinados entraram no clima mais quente. Yuri e Laisa protagonizaram momentos “calientes” debaixo do edredon. Sussurros pra cá. Sussurros pra lá. Fael se “entrosou”, digamos assim, com a espanhola (não deu tempo para fazer uma espanhola...). Renata foi a mais afoita. “Abusou” de Ronaldo. Ficou com “Jonas 21” e caiu na tentação do “ogro” Rafa. Todos os vídeos que circularam na net foram bem fraquinhos. Um recado para o diretor Boninho: no “BBB 13”, escale atores e atrizes pornôs! Os profissionais do sexo poderão propiciar momentos mais entusiasmantes para os voyeurs. Outra dica: procure novos patrocinadores, como K-Y, Viagra, Jontex, entre outras empresas do ramo. O faturamento será altíssimo! O mais inusitado é que muitas das cenas foram cortadas do pay-per-view. Ficaram com medo?

Nesta edição, pelo menos, o “bem” triunfou sobre o “mal”. A trupe da selva foi sumariamente eliminada pelo telespectador. O carioca Rafa passou uma péssima imagem no reality. Soberbo e arrogante. Insuportável. Yuri tentou passar uma imagem de homem romântico. Precisa ter mais algumas aulas de teatro. Não convenceu.

Como já era esperado desde o início, Fael conquistou a preferência do público e venceu sem grandes dificuldades. A imagem de “caipira”, característica que marcou os primeiros vencedores do “BBB” (Bambam, Rodrigo e Dhomini), mais uma vez, causou uma boa impressão e reconhecimento entre os telespectadores. É a volta por cima do “personagem” que saiu arranhado com Alberto, do “BBB 7”.

A Rede Globo saiu com a imagem chamuscada com a décima segunda edição do “BBB”. Patrocinadores, idem.

Fabio Maksymczuk

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »