19/03/2020 às 14h15min - Atualizada em 19/03/2020 às 14h15min

Reflexão sobre a vida em época de Coronavírus

É importante ficar atento!

Sabrinna Zanini
Foto via @CNNEE
Por: Sabrinna Zanini 
 
Diante da situação atual que o mundo está vivendo, me pego à pensar que Deus quer nos dar uma lição.
Digamos que ele tenha nos mandado um vírus altamente contagioso que nos obriga a pensar no próximo como se fosse em nós mesmos, pois se uma pessoa pega ela passa para outras, as mesmas que podem ser nossos amigos, familiares e até mesmo a gente, que também não está imune e pode pegar o vírus várias vezes, lembrando que não há distinção para pegar o vírus em todo o reino animal. 
Você não se pergunta porque isso está acontecendo com a gente? Será o fim dos tempos? 
Algumas pessoas falam em bomba biológica, a política lembra da economia e muitos já culparam a China pois dados do BB investimentos mostram que o país é o destino de quase 30% das exportações brasileiras, produtos como o petróleo, minério de ferro e soja, tem caído no mercado internacional e os chineses reduzido as importações. As bolsas sendo afetadas e o Dólar em alta. Vocês já pararam para refletir o lado político e econômico por trás disso?  Os religiosos, os cientistas, os historiadores, os geólogos, os médicos, enfim, cada um com suas teorias. 
Esse não é um texto religioso e sim reflexivo, algo que te leva a pensar em vários fatores determinantes para a construção de uma nação. Porque o brasileiro é tão desinformado, não se interessa por política, muito menos economia? Num surto vocês sabem a diferença entre uma população consciente e uma ignorante? A verdade é que uma população consciente achata a curva do vírus dando espaço de tempo para termos solução como a esperada vacina, já uma população desinformada, devido às nossas precárias condições e desigualdades sociais, consequentemente educacionais, não obedecem ou não tem condições de passar por uma crise como essa o que infelizmente pode levar muita gente à letalidade.     
Mas vocês já pararam para refletir o fato de estarmos confinados dentro dos nossos lares, de não termos mais nossas distrações, lazeres e restaurantes à nossa disposição? Já perceberam que os nossos governantes estão fechando tudo no Brasil e que se não fosse algo perigoso, tais atitudes não seriam tomadas? 
Já pararam para refletir se estamos sozinhos ou se temos a companhia dos nossos familiares? Pensaram que nossos familiares idosos e os que não tem boa saúde podem vir à morrer?
Já refletiram e conversaram sobre o Covid-19 dentro de seu lar e se ele causa pânico na sua família? Já tentaram amenizar a situação de pânico sem alienar sua família e crianças com os cuidados de higienização aplicados pelo Ministério da Saúde.
Já se angustiaram com as notícias passadas pela imprensa da probabilidade de pegar esse vírus extremamente contagioso e que ele pode ser letal? 
Vocês já analisaram se estão ao lado das pessoas que amam, se estão fazendo a sua parte, se prevenindo, não estocando alimentos não perecíveis, papel  higiênico, álcool em gel e máscaras? Já deixaram de ser egoístas? 
Se preocuparam com uma possível falta de máscaras aos nossos médicos que estão arriscando suas vidas em prol de outras. 
Vocês já pararam para pensar nas pessoas que vivem em comunidades que não tem o que comer pois são profissionais autônomos e/ou informais, outros desempregados e que muitos não possuem nem água em suas casas, e que falar em comprar álcool em gel deve-lhes causar raiva e descontentamento? 
Vocês lembraram algum minuto das pessoas que hoje vivem na rua? 
Isso será uma grande catástrofe, o mundo precisa do nosso bom senso e nem todo bom senso vai conseguir ajudar o mundo, principalmente países com tantas desigualdades sociais, dentre eles o Brasil. O Rio de Janiro(capital) é um aglomerado de favelas, onde as pessoas não deixam de trabalhar nem em meio à tiroteios e muitos não tem noção da gravidade do vírus e nem escolha, pois se não trabalharem podem vir à morrer não só pelo vírus, mas de fome.    .
Esse é um momento de reflexão, amor ao próximo e luta pela vida. 
Está mais do que na hora de esquecermos o orgulho, a vaidade e o ego exacerbado, deixar de lado tantas futilidades que a vida moderna nos trouxe e viver a nossa situação atual com responsabilidade e fraternidade. Está na hora de unirmos força mantendo-se em casa, cuidando das nossas famílias e orando muito, pois se esse não for o fim do mundo é um dos maiores ensinamentos que Deus está nos dando. 
Em um mundo tão superficial, onde relacionamentos são baseados em trocas de interesses, onde o amor é o menor motivo para se estar com alguém, onde a conversa com nossas famílias e amigos são substituídas pela tela de um celular, onde seguidores no Instagram e YouTube com conteúdos banais valem mais que informação, estudo,  amizade e amor ao próximo, principalmente a falta de atenção de pais e filhos diante das "novas tecnologias". Não consigo entender essa "cultura" das massas,  gente querendo se promover em cima de fofocas, calúnias e notícias falsas. Coronavírus é algo muito sério, mas o brasileiro se diverte com "memes" banais e ainda espalha "Fake News", onde além de não ter graça alguma só causam transtorno e aumentam a desinformação popular num momento onde todos precisam se prevenir. 
O mundo está entrando numa crise econômica absurda, muitos empresários irão "quebrar", mas a saúde e vida é mais importante. Se você tem possibilidades de não trabalhar por algum tempo, fique em casa e faça sua parte. Seu dinheiro não valerá de nada se essa pandemia de Coronavírus se tornar um surto. 
O SUS( Sistema Único de Saúde) não terá como atender todos os doentes infectados. Precisamos pensar no próximo como à nós mesmos. Esse é o grande ensinamento. 
Desconecte-se do materialismo e conecte-se no amor é isso que Deus quer da humanidade. Fiquem em suas casas e se precisarem trabalhar, tomem todas as medidas necessárias de higienização das mãos e superfícies, siga corretamente as instruções de como se prevenir do vírus no site do Ministério da Saúde.

Veja no link abaixo como se prevenir: 

https://coronavirus.saude.gov.br/
Link
Relacionadas »
Comentários »