19/02/2020 às 02h33min - Atualizada em 19/02/2020 às 02h33min

Dinheiro Não Se Come

Patricia Penna


Quando o branco for jogar a última tora no chão, vai banindo para sempre todo meu povo e minha nação!
Essa é a frase mais expressiva da música de meu marido, Penna, chamada Tuatuari!
Os indígenas chamam as florestas de parentes e faz muito sentido. Capra já havia dito em um de seus livros sobre nossa relação com a natureza e discreveu algumas abordagens sobre termos flora intestinal onde teria total conexão com a própria flora da mata em suas funções de equilibrio. Também explica sobre as matas ciliares terem papel semelhante com nossos cílios na função de evitar sujeiras aos olhos assim como aos rios e muitas outras curiosidades que nos faz compreender melhor essa familiaridade que as etnias indígenas tanto falam.
Portanto, ao nos rendermos ao superficial, dos desejos do consumo desenfreado, estamos mascarando um ativo econômico mundial que insiste dizer que é essencial para o desenvolvimento dos países, mas que tem levado o planeta ao colapso. A disputa de território que sempre foi presente, parece estar a cada dia mais selvagem sem prestar atenção que estamos todos, mas todos mesmo, na mesma bolona chamada Planeta Terra. Onde determinaram que podiam ser donos e produzir milhares de miserávies ao redor do mundo. Totalmente Insano, porque é um processo que pode ser demorado, mas que é da própria autodestruiçao. O natural nos é essencial para nossa sobrevivência na Terra. O Homem tem pouco se importado com tudo isso e almejado riquezas, para fortalecer seu poder, aquele mesmo poder enquanto eramos das cavernas e marcavamos nossos territórios, só que agora mais selvagem ainda. O Homem vem destruindo tudo, mas existe algo capaz de reverter essa história em algo mais sustentável e sabe quem pode fazer isso? O Proprio Homem com sua consciência!

Patricia Penna
IG: @patriciapennaoficial
FB: @patriciapennaOFICIAL
www.designpolitico.com.br
 
Link
Patricia Penna

Patricia Penna

MUDE SEU JEITO DE MUDAR O MUNDO

Relacionadas »
Comentários »