11/12/2019 às 23h22min - Atualizada em 11/12/2019 às 23h22min

É possível vencer a crise através do empreendedorismo mesmo se tem mais de 35 anos, afirmam especialistas

O que fazer quando estamos em tempos de crise as oportunidades de emprego parecem ter desaparecido? Esta é a pergunta que milhões de brasileiros têm feito. Hoje o país com 13 milhões de desempregados aos poucos tenta se levantar de uma de suas mais severas crises, mas com o mercado em lenta recuperação, ainda são poucas as oportunidades, em especial para pessoas que já estão fora da faixa etária considerada ideal.

O casal de empreendedores Rodolfo Santos e Mariana Tessaroto, autores do livro “Pessoas precisam de Pessoas”, acreditam que o empreendedorismo é uma solução para vencer em tempos de crise: “O empreendedorismo é sempre a saída que muitos encontram para prosseguir com suas vidas e seus sonhos. Muitas pessoas perderam seus empregos após 20 ou 30 anos de dedicação a uma profissão ou a uma empresa e agora não sabem o que fazer, já que o mercado não lhes dá oportunidades tanto por causa da crise como por terem mais idade”.

Mariana Tessaroto/ Rodolfo Santos / MF Press Global

Rodolfo Santos conta que mesmo as pessoas com mais idade são capazes de contribuir e produzir e que têm plena capacidade de dar a volta por cima através do empreendedorismo: "Sempre que se fala em contratar funcionários, as empresas focam em pessoas entre 20 e 35 anos, quase sempre, descartando funcionários com mais idade. Com o crescente número de desemprego no país, pessoas com mais idade encontram poucas oportunidades de serem inseridas no mercado novamente. Assim, o caminho que estão encontrando é o de se tornarem empreendedores para gerarem renda e se manterem”.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae aponta que 7% dos empreendedores brasileiros têm mais de 65 anos, isso representa cerca de 2,2 milhões dos novos empreendimentos no país: “até porque muitos não conseguem manter o padrão de vida com o valor da aposentadoria e precisam se manter profissionalmente ativos para complementar a renda”.

Rodolfo Santos/ Rodolfo Santos / MF Press Global

Vantagens de empreender depois dos 35 anos

 

E quem não acha uma boa ideia empreender depois dos 35 anos está enganado. Rodolfo Santos aponta que várias são as vantagens de empreender mesmo que fora da faixa etária considerada ideal: “uma pessoa neste perfil tem muita experiência e maturidade, com lições aprendidas pelos erros e acertos, e já vem com uma rica bagagem de conhecimento, além de um bom networking, tendo o contato de diversas pessoas, de diferentes áreas e que podem contribuir para o crescimento desse empreendimento”, destaca.

Rodolfo também destaca que pessoas com mais idade em geral têm menos gastos pessoais: “Assim já não acumulam tantas dívidas e isso ajuda muito em relação àqueles que estão começando a vida e adquirindo diversos bens materiais”.

 
Link
Relacionadas »
Comentários »