09/12/2019 às 23h46min - Atualizada em 09/12/2019 às 23h46min

Jhanne Pires realiza bazar em Goiânia para reforma do Centro de Valorização da Vida

Jordana Moreira / Lucas Matos

A consultora de imagem e influenciadora digital Jhanne Pires, realizou seu tradicional bazar anual beneficente em Goiânia no dia 30/11 no centro de decorados da Construtora Dinâmica. O Bazar “Vista-se de Solidariedade” deste ano contou com a participação de diversas empresas, marcas e muitos voluntários desde fotógrafos e produtores a pessoas dos mais diversos ramos de atuação que ajudaram na organização e no operacional do bazar no intuito angariar fundos para ajudar na reforma do Centro de Valorização da Vida de Goiânia (CVV).

Jhanne conta quais foram as novidades e o conceito da edição deste ano do bazar solidário: “A roupa não é simplesmente roupa, ela representa quem nós somos e o vestir também representa comportamentos. Por essa razão o bazar este ano passou a se chamar ‘Vista-se de Solidariedade’. O vestir-se representa nossa filosofia, ideologia e o que acreditamos, que se reflete nas escolhas que fazemos de vestuário. Então todos os que estão aqui presentes escolheram vestir a roupa do amor ao próximo, da solidariedade e do voluntariado. É muito gratificante saber que através deste projeto que eu idealizei, estamos juntos realmente fazendo a diferença na vida de muitas pessoas”.

Jordana Moreira / Lucas Matos

Durante o evento, a porta voz do CVV, Dona Alfonsa, esclareceu todas as duvidas sobre como funciona o CVV, dando exemplos do  que as pessoas que recorrem ao CVV passam e como se tornar um voluntário. O CVV é uma associação civil filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal que presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio, realizado também através da linha 188.

Diferente das edições anteriores, o envolvimento dos parceiros e das lojas nas doações foi ainda maior: “nos anos anteriores, as lojas doavam 10% do faturamento para a causa social e somente as peças do meu guarda roupa tinham 100% da renda revertidas para a instituição de caridade escolhida. Ano passado fizemos o bazar para a Missão África nestes moldes. Contudo, esse ano fizemos para o CVV. Fizemos o brechó com peças usadas e também venda de peças novas com etiqueta que vieram de doações das lojas. Toda a renda arrecada foi para a reforma do posto de atendimento de Goiânia do CVV”.

Jhanne Pires/Jordana Moreira / Lucas Matos

Jhanne conta o motivo pelo qual a instituição foi a escolhida esse ano para receber os recursos e doações: "Em 40 anos eles nunca receberam uma ajuda dessa natureza. Fui visitar o posto de atendimento aqui de Goiânia e vi que a situação é precária. Me sensibilizei porque tenho me envolvido muito em causas de defesa da vida. Até mesmo a celebração do meu aniversário esse ano fiz com a temática do setembro amarelo, propagando mensagens de vida. As atuais instalações do CVV não tem ar condicionado, não há moveis confortáveis e o ambiente não é o mais adequado. Eu trabalho com colorimetria, que faz parte do meu método Vista-se de Si, e percebi que as cores do ambiente não são as melhores escolhas para quem apresenta um quadro depressivo, o que é mais um motivo para a reforma. Oferecer um ambiente acolhedor àqueles que precisam de ajuda”.

O bazar contou com padrinhos, convidados e voluntários: "o pessoal do CVV arrecadou roupas usadas, doações e se encarregou de receber os pagamentos das compras feitas no bazar, ajudaram em tudo. Para o público presente foram sorteadas consultoria e análise de imagem completa oferecida por sua  empresa de consultoria e alguns brindes.

Link
Relacionadas »
Comentários »