15/05/2014 às 23h43min - Atualizada em 15/05/2014 às 23h43min

Perigo de Guerra

.

Isabela gomes

            O anúncio de guerra me estremece a alma. Mesmo que ela ainda não tenha se efetivado, mesmo que nunca vá se efetivar. Só a possibilidade de que possa acontecer... me entristece. Quer dizer, se ainda estamos querendo resolver problemas com guerra, não nos diferenciamos em nada dos nossos antepassados que faziam política sobre sangue derramado.


            O fato do próprio exército ainda existir é triste, temeroso. Mesmo que nosso exército seja fraco, nós ainda preparamos homens para a guerra. Hitler preparava homens para a guerra, por exemplo. Esses homens preparados para a guerra tomaram o poder em 64. Não creio que seja necessário dissertar muito sobre isso. Existem alguns anos e nomes que falam por si só.


            Já ouvi dizerem que precisamos “melhorar nosso exército”.  Melhorar nosso exército seria aceitar a regressão e praticá-la descaradamente. Nos meados desses milênios A.C. as coisas eram resolvidas com guerra. Nos anos de 1914 até 1945 as coisas foram decididas com guerra. Será que já não temos experiência o suficiente? Será necessário mais uma guerra na Rússia? Quantas Guerras Mundiais são necessárias para fazer uma nação mudar seu rumo? E como nação aqui, peço licença poética para dizer que o mundo inteiro é a mesma nação.


            Somos a nação mundial. Nós humanos junto com outros animais e vegetais, povoamos juntos esse espacinho chamado Terra. Ao invés de nos destruirmos, não seria mais vantajoso nos ajudarmos? A energia e o dinheiro que se gasta com armas e guerras seria muito mais bem gasto em salvas florestas, pessoas famintas, países sem água!


            O fato de que nós humanos ainda busquemos solução na violência, na guerra, na morte, me estremece a alma. Mesmo que ela não se efetive, alguém pensou que seria uma boa solução.

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »