23/03/2014 às 19h43min - Atualizada em 23/03/2014 às 19h43min

Dicas da FIFA para estrangeiros e uma visão limitada das coisas

Dicas da FIFA para estrangeiros e uma visão limitada das coisas

http://www.futebolarte.blog.br/opiniao/dicas-da-fifa-para-estrangeiros-e-uma-visao-limitada-das-cois

A FIFA divulgou uma espécie de cartilha com o nome de Brasil para Principiantes, que dá dicas de "sobrevivência" aos estrangeiros que virão para a Copa do Mundo 2014.

Conheça as Dicas

1. Sim nem sempre significa sim

Os brasileiros são otimistas e nunca começam uma frase com a palavra "não". Para eles, "sim" significa na realidade 'talvez". Quando disserem "Sim, eu te ligo", é melhor que não espere que o telefone toque nos próximos cinco minutos.

2. Horário flexível

A pontualidade é um conceito muito flexível no Brasil. Quando marcar com alguém, ninguém espera que estará no lugar combinado na hora exata. O normal é contar com uns 15 minutos de atraso.

3. Contato físico

Os brasileiros e as brasileiras não estão familiarizados com o costume da Europa de manter distância como norma de cortesia e conduta. Eles falam com as mãos e não evitam de tocar o interlocutor. Isso pode facilmente se transformar em um beijo se a conversa estiver ocorrendo em uma discoteca, por exemplo.

4. Fazer fila

A paciência na hora de esperar não é uma das principais virtudes dos brasileiros. Por exemplo, não existe uma "fila mecânica" como na Inglaterra. Os brasileiros preferem ser inteligentes, sempre se arranjando para chegar na frente.

5. Moderação

Quem se animar a ir a uma churrascaria, deverá praticar jejum de 12 horas e maneirar na hora de comer, já que as melhores carnes chegam na parte final.

6. A lei do mais forte

A regra que dá direito à preferência dos carros no trânsito é simples: o veículo maior passa na frente.

7. Proibido fazer topless

A imagem das mulheres com pouca roupa, tão típica no carnaval, pode ser enganosa e é diferente da realidade. É certo que os biquínis brasileiros têm menos pano que os europeus, mas as brasileiras nunca os tiram na praia, onde fazer topless é proibido e pode resultar em prisão.

8. A língua espanhola não vale

Os turistas que tentarem se comunicar em espanhol terão a sensação de estar falando com as paredes. A língua nacional do país é o "brasileiro", uma variável do português. Quem falar que Buenos Aires é a capital do Brasil, pode estar seguro de que será deportado imediatamente.

9. Experimentar o 'açaí'

As bacias da Amazônia fazem maravilhas: previnem as rugas e têm o mesmo efeito de uma bebida energética. Algumas mordidas podem recuperar o jogador de futebol mais cansado.

10. Paciência

No Brasil é muito comum fazer as coisas no último minuto. A recomendação aos turistas é que tenham muita paciência. No final, tudo estará pronto a tempo. Isso pode ser aplicado aos estádios. A filosofia dos brasileiros na vida pode ser resumida com a seguinte frase: "relaxa e aproveita."

Visão limitada

Pouco tempo depois de publicar a cartilha, a própria FIFA retirou as tais dicas do site, provavelmente com receio de reações negativas. De qualquer forma, podemos e devemos aproveitar o fato e o conteúdo apresentado para algumas reflexões.

Rapidamente as redes sociais ficaram cheias de compartilhamentos do material junto com comentários na linha do "é isso aí mesmo". Tsc Tsc Tsc. Generalizações costumam ocorrer por uma visão empobrecida da realidade.

Não dá pra esperar muito da http://www.futebolarte.blog.br/geral/brasileiros-elegem-a-fifa-a-pior-corporacao-do-mundo, eleita a terceira pior empresa do mundo, mas podemos fazer diferente. Será que todos (ou a maioria) os brasileiros se atrasam para os compromissos? Desrespeitam filas? Usam o tamanho dos carros pra passar na frente ou deixam tudo para a última hora?

Há traços de cultura e comportamentos reincidentes bastante negativos por aqui, não há dúvida. Assim como em qualquer lugar do mundo. Os alemães são todos beberrões e nazistas? Os franceses são arrogantes e fedidos? Os americanos são todos consumistas, ufanistas e paranóicos? Você é do tipo que ainda acha que os leões passeiam pelas cidades africanas e todos os muçulmanos estão sempre prontos a se explodirem em nome de Deus? Os ingleses são todos violentos e encrenqueiros? Será que, por coerência, a FIFA não vai alertar o "simpático e cordial" povo brasileiro sobre esses bárbaros que virão nos visitar em Junho? Devemos compartilhar e passar adiante essas impressões como verdades?

Copo meio cheio ou meio vazio

É até fácil encontrar pontos negativos no Brasil: má distribuição de renda, sistemas de educação e saúde precários, carga tributária alta x baixa qualidade dos serviços prestados pelo Estado, corrupção, burocracia, miséria, transporte público ruim, falta de saneamento básico, polícia violenta, péssimo sistema prisional...

...mas também não é difícil encontrar índices positivos: líder mundial nas políticas de combate ao vírus HIV; sistema eleitoral totalmente informatizado e desejado pelas maiores potências; 2º maior mercado mundial de jatos, helicópteros, aparelhos de telefone celular; 3º maior exportador agrícola do mundo; o maior exportador de café, suco de laranja, tabaco, carne bovina, açúcar, álcool, soja, milho e carne de frango; o mais moderno sistema bancário do mundo; a Embraer é a 3ª maior fabricante de jatos comerciais do mundo; a Vale do Rio Doce é a 2ª maior mineradora do mundo; Itaipu é a maior usina geradora de energia do mundo; em alguns anos estará entre os três maiores exportadores de software e tecnologia da informação do mundo...

Também é simples enumerar problemas nos países do chamado primeiro mundo. Alguns poucos exemplos: sistema de saúde falido nos EUA; corrupção endêmica na Grécia; desemprego na Espanha atinge quase 26%; trabalho escravo na Rússia (incluindo 50 mil crianças); falta de liberdade de imprensa em Israel (112º no ranking dos Repórteres Sem Fronteiras); alta taxa de suicídio na Coreia do Sul e no Japão...

Quando a FIFA publica esse tipo de opinião não está apenas sendo preconceituosa, mas também discriminatória. Quem compartilha isso nas redes sociais, endossa e ajuda a disseminar esses valores.

Cabe a cada um de nós decidir se vamos enxergar o copo meio cheio ou meio vazio. O que não vale é enxergar nosso copo sempre meio vazio e o dos outros sempre meio cheio.

(*) Segundo o dicionário Houaiss, uma das definições para estereótipo é: ideia ou convicção classificatória preconcebida sobre alguém ou algo, resultante de expectativa, hábitos de julgamento ou falsas generalizações

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »