25/11/2011 às 20h08min - Atualizada em 03/05/2012 às 20h08min

Feliz Dia do Músico

Nessa última terça-feira (22/11) acabamos de passar pelo “dia do músico”

Nando Pires

Nessa última terça-feira (22/11) acabamos de passar pelo “dia do músico”, data que eu que sou músico não lembrava ou até mesmo saberia, se não fosse os parabéns que a amiga Áurea Feres havia me enviado pelo Facebook.

Diante da surpresa de ser parabenizado pelo dia de minha própria profissão, data que eu mesmo confesso novamente que ignorava (risos), pesquisei sobre o assunto, acatei a sugestão do amigo jornalista “Wagner Farias” como pauta para o artigo dessa semana e lembrei de um vídeo excelente em meio aos “teasers” produzidos para a divulgação do filme “Lobão – Não Há Estilo Sem Fracasso” que abordava a amplitude e importância da música de uma forma provocadora e muito convincente:

Trata-se do pronunciamento do produtor musical “Marcelo Sussekind” no décimo desses pequeninos filmes promocionais, o qual passo a transcrever integralmente a sua fala e que estará disponível para visualização em meu blog (www.nandopires.com.br):

“… tirar a música! Não pode tocar música no elevador, no consultório, seu iPod não vai funcionar… Nada! Nenhuma rádio, você liga a rádio, não tem “nada”! Só assim as pessoas vão ver o quanto é importante a música! Porquê ela tá tão ali, normal… Você não leva a sério aquela porra. Tá ali…”

Veja o vídeo do “teaser” do produtor musical “Marcelo Sussekind”:

Através dessas palavras ditas de uma forma veemente naquele vídeo do Youtube me coloquei a pensar, convite que faço a todos nesse momento: Imaginem um mundo onde a música não existisse mais, em que ela desaparecesse de uma hora para outra e nos deixasse nos mais inquietante silêncio! Por favor, façam esse exercício… Eu fiz, e confesso que senti um profundo incômodo!

Não há casamentos ou festas de quaisquer natureza e religiões, aniversários, restaurantes, bares, churrascos, ocasiões familiares, confraternizações e tudo o que seja relacionado a locais constituídos para o convívio social “prazeroso” onde a música não esteja presente. Até na industria automobilística, o que há tempos se tratava de um item “opcional”, os “rádios” com toca CD, “mp3”, portas “usb” e conexões “bluetooth” agora são itens de fábrica, quase obrigatórios e costumam já vir com os carros.

No mesmo dia 22/11, após ter recebido os parabéns já mencionados, publiquei um simples “post” de duas linhas no Facebook e fiquei pasmo com o carinho e as manifestações das pessoas, para com a música e também para com os músicos!

Vários internautas que também não tocam ou cantam se dedicaram a fazer contato com vários músicos, o que passei a acompanhar e pude perceber o quão especial essa data era. Essa mesma que havia me passado “batida”…

Desta forma, quero cumprimentar a todos os músicos que com suas obras do ontem, do hoje e do amanhã nos embalaram na alegria e na tristeza, nos influenciaram ou até nos aterrorizaram com suas canções. Mas, sobretudo, quero deixar uma manifestação profunda de que a música é talvez o mais belo e imprescindível instrumento de comunicação e com isso saudar aos “Bob Dylans”, “Chicos Buarques”, “John Lennons”, “Cazuzas”, “Lobões”, “Johnny Cashs” e tantos outros que com suas músicas ajudaram a conscientizar, politizar, entreter, espiritualizar, divertir e “também” a “romantizar” a vida das pessoas!

Parabéns a todos esses seres “sonoros” que cantam e encantam!!!

Que tenhamos todos um ótimo e musical final de semana!

 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »