16/12/2011 às 19h56min - Atualizada em 03/05/2012 às 19h56min

Eu presto atenção no que eles dizem, mas eles não dizem nada!

Mal sabia Humberto Gessinger que essa mesma frase que em 1986 criticava a política e seus atores, os políticos, que usualmente nos enrolavam com suas palavras bonitas e promessas vazias, hoje serviria para traduzir o que nunca havia faltado até então nas letras das músicas brasileiras, o conteúdo!

Nando Pires

Proponho pegar os estilos musicais mais populares da atualidade como tópicos:

As letras de axé normalmente parecem aulas de aeróbica. Basta relembrar superficialmente para ver que em geral se tratam de instruções quanto a movimentos corporais. Abaixa, levanta, remexe, balança pra lá, pra cá e por aí afora. Se olharmos pelo lado bom, talvez sejam boas letras para se manter a forma! (risos)

O Pagode deve ter algum vínculo comercial com as operadoras de telefonia, já que sua frase mais usual é a famigerada: “Liga pra mim”! Claro que o conteúdo é sempre o “amor”. Em geral aquele amor bobo, sem construir nada, com a simples conotação de que é preciso estar com alguém para “ser feliz”. Não seria imaturidade e ilusão?!

O sertanejo costuma incorrer repetitivamente no discurso de bater o pé no chão que o “poeirão” vai levantar… Já pensaram nos alérgicos?! Celestamine neles! (risos) E é claro que o tema recorrente também é o romantismo exacerbado! “É o amor!” Não é Zezé?!

O funk carioca: Esse sim jogou o amor fora e foi direto ao ponto! Afinal, não é preciso amar ninguém para por em prática a libido! Não vou reproduzir partes das letras desse estilo, mas posso afirmar que algumas delas são orientações explícitas, bem ao estilo Kama Sutra!

E por fim, não dá pra perdoar essa atual safra de roqueiros apaixonados, todos tatuados e trajados em boutiques, com cortes de cabelos propositadamente desarrumados e cujos temas de todas as músicas, de todos os álbuns, de todas as bandas é novamente o “amor”! Praticamente canções sertanejas, com guitarras distorcidas.

Para quê escrevi tudo isso?! Apenas para fazer uma única pergunta: Qual é a música lançada nos últimos 5 anos que vai se eternizar? Se souberem, por favor, me mandem a resposta!

2012 já está aí! Não sei se vai ser o fim do mundo, mas particularmente desejo que seja o fim dessa conversa fiada, dessas letras “chapa branca”, desses políticos “picolé de chuchu” e que as emissoras de rádio e de TV possam ocupar as suas programações com coisas melhores do que vêm fazendo habitualmente!

Que todos tenhamos um ótimo final de semana, ao som daquelas velhas e célebres músicas maravilhosas que não têm prazo de validade!

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »