12/03/2016 às 04h09min - Atualizada em 12/03/2016 às 04h09min

E se fosse Você a pessoa mais "feia" do mundo?

O que te define?

BRUNA MEDEIROS

Oi gente! Bom hoje não é um texto sobre alegria, bom humor ou aquele amor mal amado. Hoje quero apresentar uma história real incrível e refletir um pouco com vocês sobre ela. Todo mundo um dia já se sentiu inferiorizado, menosprezado de alguma maneira por menor que seja certo?! Mas se fosse VOCÊ fosse intitulada a pessoa mais "feia" do mundo? 

Essa semana em uma aula na faculdade a Prof. nos apresentou a história de vida de Lizzie Velasquez, e gente que garota é ela??? Para quem não conhece vou resumir, ela nasceu sem grandes chances de sobreviver, com uma síndrome muitíssimo rara que lhe causou deficiência visual, constantes dificuldades com sua saúde, baixo peso e aparência comprometida. Vida nada fácil correto? E existe aquele clichê, tudo pode piorar? Sendo assim no Ensino Médio uma das fases mais difíceis na vida de qualquer jovem, eis que um ser sem coração, sem educação e sem caráter usou fotos dela em um vídeo a intitulando como a mais feia do mundo! E adivinhem? Viralizou! Mais de 4 milhões de acessos com esse asqueroso título e mais centenas de comentários de pessoas pedindo pra ela: " Por favor para o bem da humanidade, se mate!!!"

Chocante né? Como alguém faz isso com uma jovem garota que já tem um tinha inúmeros problemas e dificuldades em sua vida diária? A partir disso ficou conhecida e foi atacada mundialmente. E sabe o que é mais chocante? A atitude dela diante as suas deficiências e diante essa atrocidade e a repercussão que teve. No vídeo (link abaixo, assistam, por favor) ela fala várias coisas incríveis, coloquei algumas frases para encorpar o que quero passar para vocês:

"Há benefícios nessa síndrome" 

"Eu me achava legal... Depois por conta do bullying me achava nojenta, não queria me olhar no espelho!" 

"Eu tenho uma vida realmente difícil, tem sido assustador, mas tá tudo bem!" 

"A minha vida estava em minhas mãos. Eu vou usar todas essas humilhações como degraus para alcançar meus objetivos."

Percebem a dimensão da força, apoio e maturidade emocional que ela teve?! Quantas vezes por muito menos que escutamos ou sofremos nos vitimizamos, falo por mim também, nos colocamos como fracos oprimidos e injustiçados e nos entregamos ao desânimo e comodismo. Temos grandes lições para aprendermos com pessoas como a Lizzie, de superar a opinião e crueldade dos outros, de ter foco e traçar metas e chegar até elas, batalhar pelos sonhos e projetos. É muito fácil também falar já colocar em pratica é mais deliciado e doloroso e como será que essa garotinha conseguiu? Bem queridos no caso dela, veio do berço, dos pais incríveis que ela foi abençoada em ter, observem por essas frases: 

 

"...vamos leva lá para casa e ama lá e cria lá com o melhor da nossa capacidade!" 

"Lizzie, a única coisa que você tem de diferente das outras crianças é o tamanho e você tem essa síndrome, mas não é isso que te define!" 

Em suma foi amor incondicional, abnegado, coragem e nada de piedade. Eles a fizeram forte internamente e ela tem a segurança do apoio e amor deles por ela sem fazerem dela uma vitima e muito menos uma garota mimada.

E por outro lado temos outros seres que fizeram o vídeo e tantos outros que concordaram com o vídeo. Provavelmente em algum momento os pais deles erraram, pois eles não aprenderam que a aparência não faz a essência, que as outras pessoas possuem sentimentos, dores, problemas e a vida não é só uma farra para darmos risada. Em algum momento eles não receberam o princípio básico do ame ao próximo como a ti mesmo e se tornaram pessoas cruéis e insensíveis. 

 

Hoje quis apresentar essa história, fazer uma reflexão e finalizar dizendo: Viralizem e propaguem o bem, ensine filhos, sobrinhos, primos, alunos a se acostumarem com as diferenças. Minha filha de 4 anos tem boneca negra, tem Barbie sem uma perna, eu mostro pra ela pessoas de aparência diferente ou com alguma deficiência e nós juntas conversamos com a pessoa pra ela ouvir a pessoa e não apenas ver, explico que pessoas e crianças moram na rua por alguns problemas, porém são como a gente e estão sofrendo com aquela situação, um dia ela quis levar um garoto pra casa pra cuidar dele. Quando ela cai eu digo pra ela levantar sempre nunca ficar chorando no chão e dou carinho depois e parabenizo por ter levantado, faço pedir desculpa, assumir o erro mesmo com vergonha e deixo sofrer a consequência da falha, ensino que não existe brinquedo de menino e de menina ela tem carrinhos e bonecas, que mulher de cabeça raspada continua sendo mulher apens gosta de um cabelo diferente, pois ninguém é igual a ninguém e temos que respeitar TODOS.

E além de dividir isso gostaria de pedir, não desistam do respeito independente de quem está do outro lado, não desistam do ser humano mesmo que muitos estejam podres e estragados, ainda podem ter salvação ou tantos outros que ainda lutam para não apodrecer. Não desistam de nós porque Deus jamais desiste de qualquer um que quiser ser plantado e semeado novamente e amadurecer e melhor ainda dar frutos bons, saborosos e doces com gosto de amor. 

Penso que se o amor e o respeito tivessem gosto seriam doces e com textura de flor. 

E se fosse você? O que ou quem te define?

 

Beijus*

 

Palestra Motivacional de Lizzie Velasquez 

https://www.youtube.com/watch?v=4-P4aclFGeg 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »