19/05/2015 às 18h30min - Atualizada em 19/05/2015 às 18h30min

Dilma escapa novamente

STF nega mais um pedido para investigar Dilma no escândalo da Petrobras

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta sexta-feira mais um pedido do PPS para que a presidenta Dilma Rousseff seja investigada na Operação Lava Jato. Dessa vez, o partido pediu que o plenário da Corte analisasse um recurso contra outra decisão que também rejeitou abertura de investigação contra Dilma.
No entendimento de Zavascki, a decisão que arquivou pedido do PPS é irrecorrível, conforme prevê o regimento interno do STF. “No que se refere à petição ora em exame, não havendo acusação alguma formalmente apresentada em relação à presidenta da República, não há como, logicamente, admitir assistente de acusação, condição com a qual o partido requerente se apresenta ou busca obter para si no presente caso. Também não há hipótese de levar a matéria à consideração do plenário”, decidiu o ministro.

No dia 6 de fevereiro, na decisão que autorizou abertura de inquérito para investigar parlamentares citados em depoimentos na Operação Lava Jato, o ministro seguiu o entendimento da Procuradoria-Geral da República (PGR) e decidiu que não há indícios que envolvam Dilma. Ele explicou ainda que a presidenta não pode ser investigada por fatos ocorridos anteriormente ao exercício da Presidência. (Com informações da Agência Brasil via Band)

OPINIÃO

Tenhamos sabedoria para entender o seguinte: com o estado de corruptopatia que estamos, pela vias utilizadas atualmente, jamais tirarão os politicopatas do poder. Primeiro, por que o sistema podre todo está $$configurado$$ para manter os ladrões sãos e salvos. Depois, os protestos pacíficos não resolverão nada a não ser que paremos o Brasil totalmente, por dias, meses a fio como foi na Ucrânia.

E por último, definitivamente, o povo é a única oposição de verdade que há.

Portanto, somente a maioria esclarecida é que tem poder e legitimidade para puxar o povo todo e chutar o balde, botar para quebrar. Contudo, porém, quem está disposto a pagar o altíssimo preço em prol de uma mudança de verdade? Afinal, reformar o Brasil é bem mais sério do que revoltar-se e xingar no Facebook. Reformar o Brasil de verdade é como reformar uma casa, isto é, um pouco de destruição, caos e desordem ocorrem, nem que não queiramos. Não é mesmo? Desta forma, o que vai ser? O quê? (Thomaz Domz para a rede de blogues nacional da Mídia Livre)

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »