30/04/2024 às 12h26min - Atualizada em 30/04/2024 às 12h21min

Sinfonia uma Homenagem à Vida: Cascavel recebe concerto com clássicos da música brasileira e com acesso gratuito

Evento com a orquestra do Conservatório Instituto Artes Sol Maior de Pernambuco e a Orquestra de Câmara de Cascavel será às 20h do dia 3 de maio no Teatro municipal Sefrin Filho

Henrique Harmonia

Henrique Harmonia

Atualmente com Colunas em 10 Portais de Notícias, 5 Jornais e 1 Revista, além do Programa Em Harmonia, exibido em 36 emissoras do Brasil

(Fonte: Caderno1 Comunicação)
(Foto: Divulgação)
O Teatro Municipal Sefrin Filho em Cascavel vai receber, na noite de 3 de maio, um espetáculo musical para celebrar a vida. A Sinfonia uma Homenagem à Vida, será regida pelo chanceler maestro Ricardo Diniz com a participação da Orquestra de Câmara de Cascavel e a Orquestra formada por alunos do Conservatório Instituto Artes Sol Maior, de Pernambuco. Os músicos do conservatório viajam à cidade paranaense exclusivamente para o evento.

O concerto vai proporcionar um verdadeiro passeio e imersão à música brasileira sempre a partir de grandes clássicos, desde o imperador Dom Pedro I, que compôs o Hino da independência do Brasil, passando por Vila Lobos e nomes da atualidade que prometem emocionar o público.

O espetáculo trará ao som da orquestra sucessos de todos os tempos em apresentação única a partir das 20h. A realização é do Ministério da Cultura, patrocinada pelo Instituto Cultural Vale (ICV) e tem como proponente o Conservatório Instituto Artes Sol Maior com reconhecida atuação internacional em projetos e ações em 8 países.
O Conservatório Instituto Artes Sol Maior tem 27 anos de história e já recebeu 18 prêmios e títulos nacionais e internacionais. A instituição é comandada por Ricardo Diniz que contribuiu e contribui na preparação à vida e formação musical de quase 90 mil pessoas. “O Conservatório do Instituto Artes Sol Maior realizará uma série de concertos pelo Brasil e Cascavel foi uma das cidades escolhidas”, contou.

Todas as ações do instituto têm um cunho beneficente e com o espetáculo em Cascavel não será diferente. O acesso ao concerto é gratuito, mas os ingressos precisam ser retirados antecipadamente a partir da segunda quinzena de abril, pois há limitação de cadeiras no Sefrin Filho. “Como realizamos em todas as nossas ações, temos o caráter beneficente, por isso pedimos às pessoas que levem alimentos não perecíveis, produtos de higiene e limpeza, pois serão destinados a entidades assistenciais da cidade de Cascavel”, reiterou Diniz.

O chanceler reforça ainda a importância do incentivo do Instituto Cultural Vale para a realização de espetáculos, permitindo acesso gratuito à cultura, refletindo no processo de formação do indivíduo. “O acesso ao espetáculo só pode ser gratuito porque recebemos o patrocínio do Instituto Cultural Vale a partir da Lei de Incentivo à Cultura, pelo Ministério da Cultura.  Atuamos focados na transformação da vida das pessoas pela arte, cultura, cidadania, educação e parcerias como essa tornam isso tudo possível”, descreveu.

O Conservatório Instituto Artes Sol Maior, que desembarca em Cascavel para seu primeiro espetáculo, desenvolve ações sobretudo com crianças, jovens e adolescentes em regiões periféricas e de vulnerabilidade social possibilitando o acesso a medidas transformadoras.

“Em Cascavel queremos proporcionar ao público, de todas as idades, uma experiência musical inesquecível, esperamos que as pessoas gostem e possam voltar em outros espetáculos para música de qualidade e, neste caso, acessível”, seguiu.

Para saber mais sobre o Instituto basta acessar o site da instituição (https://esperancaemsolmaior.ong.br/).

Sobre o chanceler maestro Ricardo Diniz
 
Com uma carreira nacional e internacional consolidada há décadas, Ricardo Diniz tem uma extensa trajetória e prêmios de reconhecimento profissional. É diretor-presidente e Artístico do Conservatório Instituto Artes Sol Maior, diretor-administrativo e colunista da Revista Cultura e Fé, fundador do Projeto Sinfonia para Todos os Ritmos aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura em 2011 e em 2020. Foi convidado a integrar projeto criado pelo maestro João Carlos Martins, denominado Orquestrando o Brasil e foi coordenador municipal da Central Única das Favelas (Cufa), com sede em Nova York. Diniz também é membro Correspondente do Instituto Histórico, Arquitetônico, Arqueológico e Geográfico de Escada-PE (IHAAGE).
Link
Leia Também »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp