29/06/2015 às 10h25min - Atualizada em 29/06/2015 às 10h25min

Ranking inédito vai apontar cidades mais inteligentes do País

Estudo conduzido pela Urban Systems irá avaliar as cidades brasileiras com os melhores índices de desenvolvimento em todas as regiões. Resultado será apresentado no Connected Smart Cities

O primeiro ranking nacional das cidades mais inteligentes do país será apresentado às autoridades e representantes de grandes, médias e pequenas cidades, no próximo semestre, durante o Connected Smart Cities, em São Paulo. Elaborado pela empresa de consultoria Urban Systems, a pesquisa inédita irá mapear cerca de 700 municípios e apontar as 50 cidades mais inteligentes do país. 

Além do resultado macro, o estudo será subdividido em outros dois rankings: um por faixa populacional, que prevê apontar os dez municípios mais inteligentes de acordo com o porte da cidade (até 100 mil habitantes; de 100 mil a 500 mil habitantes; e acima de 500 mil habitantes) e, um por segmento, que pretende apontar as cinco cidades mais inteligentes nos setores de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, saúde, segurança, educação e empreendedorismo.

Um dos principais objetivos do estudo é alertar as cidades para fatores que são relevantes para o desenvolvimento do mundo global. “Este é um projeto diferenciado, com olhar inovador. Teremos a possibilidade de construir o ranking à partir de indicadores estabelecidos, que irão despertar, no poder público e na iniciativa privada, uma nova maneira de perceber a cidade do ponto de vista da sustentabilidade, crescimento e inovação”, ressalta o presidente da Urban Systems, Thomaz Assumpção.  

Para Assumpção, o conceito mais forte de cidade inteligente está atrelado a três elementos importantes, que constarão na pesquisa: à sustentabilidade, classificada em econômica, social e ambiental; à produção de conhecimento, o qual o munícipio gera para alimentar a cadeia produtiva e manter empregabilidade e, por fim, à capacidade de se conectar com o mundo, algo que pode ser pelo meio físico, no caso dos aeroportos, ou conceitual, pela internet. 

“O Connected Smart Cities irá colocar as principais questões em pauta, chamar representantes de prefeituras e empresas do setor para a discussão de fatores importantes para o desenvolvimento urbano. É preciso que representantes tenham consciência dos investimentos e aprimoramentos que devem realizados nas diversas áreas mapeadas. Temos grandes exemplos de empresas desenvolvedoras de aplicativos, produtos e processos modernos, que auxiliam o cotidiano da população”, pontua o presidente da consultoria.

Parceira estratégica da primeira edição do Connected Smart Cities, evento voltado à discussões sobre cidades inteligentes no país, a Urban Systems apresentará o ranking inédito no dia 03 de agosto, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo. Mais detalhes da programação e a grade de palestras já podem ser conferidas no site oficial http://www.connectedsmartcities.com.br/     


Sobre o Connected Smart Cities  - http://www.connectedsmartcities.com.br/ 

Em sua primeira edição, o Connected Smart Cities irá reunir empresas, entidades e governos para promover a discussão, a troca de informações e a difusão de ideias para que as cidades brasileiras possam tornar-se mais inteligentes, conectadas e subam um degrau na escala de desenvolvimento na próxima década, aproximando-se dos índices das cidades inteligentes modelos do mundo. Paralelamente ao Fórum de discussões e à area expositora, será entregue o Prêmio Connected Smart Cities e divulgado o inédito Ranking Connected Smart Cities das cidades com maiores potenciais de desenvolvimento. O evento, organizado pela Sator, acontecerá de 03 a 05 de agosto, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo, e tem como aliados estratégicos a Demarest, Urban Systems, o Centro de Tecnologia de Edificações (CTE) e Neurônio - Ativação de Negócios e Causas, além do apoio de mais de 30 organizações de diversos setores atuantes nos segmentos do evento.

Sobre a Sator
A Sator nasceu em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa. A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Sustainable Brands, Unomarketing, Ciclo Era Digital, dentre outros

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »