02/07/2015 às 17h26min - Atualizada em 02/07/2015 às 17h26min

Giuliana Sperandio

Escritora

Thiago Santos

 Thiago Santos: Quem é o ser humano Giuliana Sperandio?

 Giuliana Sperandio: Bem, o que dizer de mim mesma sem parecer piegas?? Eu acho que o ser humano Giuliana é uma inconstância de sentimentos, que tem o coração enorme, e que vive a vida sem medo de arriscar. Que aprende a cada tombo, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima, sem nunca perder o bom humor e se deixar abater...

 

 O surgimento em amor pela leitura? E de onde vieram as inspirações para que nesta prática você permanecesse?

 O meu amor pela leitura foi cultivado e semeado por meu pai, mas, certa vez, minha amiga e mentora, Vanda Costa, me disse que a responsabilidade por ter cultivado e florescido essa semente, e de tê-la mantida forte e viva é somente minha, pois eu reguei, cuidei e não a deixei morrer… Acho que é essa a ideia.

 

Com apenas oito anos de idade?

 É difícil criança gostar de ler e escrever com essa idade, não é? Mas é a pura verdade! Enquanto minhas amigas amavam brincar de boneca e correr, eu me perdia dentro de livros e adorava criar textos e historinhas minhas. Minhas professoras ficavam impressionadas com minha desenvoltura para a escrita com tão pouca idade. Minha mãe chegou a pensar em mandar alguns dos meus textos para tentar que fossem publicados, mas ela esqueceu, e se perderam...

 

 Extravasar sentimentos através da poesia?

 Eu sempre fui do tipo “oito ou oitenta”. Meus sentimentos eram muito intensos, e na adolescência, pela transição, eles ficaram ainda mais conturbados e confusos. Tive minha primeira “paixonite” muito nova, e ela durou anos. Fui rejeitada pelo menino, pois não seguia (e até hoje não sigo) os padrões estéticos que são considerados “aceitáveis”. Sou hoje, e naquela época também era “gordinha”. Hoje me aceito bem, mas naquela época, na adolescência, foi cruel.

 

 Realmente devo concordar que no “mundo” composto pelas palavras existe uma magia fantástica e irresistível!?

 Sempre acreditei, e acredito até hoje, que o livro é praticamente um refúgio sagrado, onde transportamos a nossa alma através das palavras. É um dom, uma espécie de alquimia. Sempre quis fazer parte dessa magia, não só como leitora, mas como a “feiticeira” que transforma palavras em sonhos. É como se uma voz dentro de mim me dissesse que preciso disso…

 

 Para àqueles que não desfrutaram ainda tanto da arte da leitura quanto da escrita o que você diria baseado no que já viveu nessas duas práticas?

 Eu diria que a leitura está muito além do que as pessoas acham: se tratar apenas de um hábito ou um hobby. É quase como um alimento ou um vício. Quem não lê, não faz ideia dessa comunhão consigo mesmo, ao se pegar um livro nas mãos e começar o ritual da leitura. É mágico, é indescritível. Já escrever, é como dar voz ao seu coração. É como se ao escrever, você desse a luz aos seus filhos de papel através de palavras. Parece bizarro? Mas é exatamente o que sinto quando ouço em meus pensamentos as histórias e diálogos que estão para nascer.

 

 Lembranças de dias de Sol?

 Lembranças de Dias de Sol é um projeto que tenho todo na cabeça e que iniciei ano passado. Já foram escritos  9 capítulos. Em breve, terá mais e mais e, quem sabe, eu venha a contar algo mais em breve para vocês...

 O que posso adiantar, é que apesar do nome, não é um romance daqueles açucarados e cheio de flores e amor. Não, o livro trata da história de uma jovem atormentada por terrores do passado, um grande trauma bloqueado na memória, e que depois de anos, volta a assombrá-la através de pesadelos e ameaças. Não posso falar mais do que isso ,para não comprometer o andamento do meu projeto. O Gênero dele estaria mais para um triller psicológico, do que para um romance.

 

 Clube do Livro?

 Ahh!! Esse blog é a menina dos meus olhos!! Esse é um projeto que começou pequeno, com duas amigas que gostavam de conversar sobre livros e cresceu (Lisandra Dilara e eu). Hoje nosso clube conta com quatro integrantes, três resenhistas (eu, Vanda e Amanda), e uma colunista (Jenny). Duas integrantes (Amanda e Jenny), terão seus livros publicados esse ano. Eu, aspirante à autora, e a Vanda que é nossa mestra, conselheira e amiga. A Lisandra, infelizmente saiu por motivos pessoais, mas continua sendo um dos corações do nosso blogger.

 Hoje, temos muito orgulho da dimensão que tomou esse nosso sonho. Ajudamos os autores divulgando seus trabalhos, e crescemos tanto que chega a ser assustador, mas é muito gratificante. Com nosso clube criamos vínculos de amizades que nenhum dinheiro do mundo pode pagar!

 

 Blog no ar! O que sentiu após publicar a primeira postagem?

 Olha, desde que ele foi criado sinto uma emoção enorme a cada postagem que fazemos. É lindo e até assustador ver que estamos expondo as nossas opiniões e ideias ali, publicamente, e que as pessoas vão ver e vão gostar ou não. Graças a Deus, ao esforço e a um belo trabalho em equipe, temos até agora, colecionado elogios e bons feed backs sobre nosso trabalho.

 

 Quase 50 autores?

 Nossa! incrível né?! Mas sim, temos quase cinquenta e não param de surgir mais e mais autores que querem fazer parte do clube. Um dos motivos é que são poucos os blogs que não exigem livros físicos ou que aceitem e-books para parcerias. Na verdade, são poucos os que aceitam ajudar por ajudar, de verdade (não estou criticando nenhum, cada um trabalha da maneira que achar melhor), mas no clube temos como lema “não pedir nada”.

 Ajudamos pelo puro e simples prazer de ajudar mesmo, o nosso pagamento é a moeda da gratidão e da amizade. Isso vai se espalhando, e por isso tantos autores nos procuram. Além do que, nosso blog é quase totalmente voltado para o nacional, temos algumas resenhas internacionais, mas não é o nosso foco.

 

 Qual o grande objetivo do Blog?

 O Grande objetivo do nosso clube é trazer mais gente para o hábito da leitura, e mais do que isso, fazer com que os nossos autores brasileiros sejam lidos e valorizados pelos nossos leitores. Infelizmente, no Brasil se cultua muito a ideia de que só o que vem de fora é bom, mas aos poucos, com muito trabalho e dedicação, estamos conseguindo abrir mais os olhos dos leitores e fazê-los olhar além do que é vendido pela mídia.

 

 Uma frase que seja capaz de descrever o que você sente por fazer algo que muito ama?

 Tenho que seguir meu coração sempre, pois é nele que mora o segredo da minha felicidade e realização.

 

 Para finalizar nos fale dos seus projetos atuais e futuro!

 Bem, se você soubesse como minha mente fervilha o tempo inteiro com ideias e projetos...rsrsr  Eu sou elétrica, toda hora surge uma nova ideia para o blog ou para uma nova história na mente.

 Atualmente, acabei de finalizar meu primeiro projeto que estou publicando no wattpad, minha primeira tentativa de inserção no mundo dos autores além dos bastidores…

 É um conto dramático, chamado “Juntos Pela Eternidade”. Ele foi revisado pela minha mestra Vanda e começou a ser postado gratuitamente na plataforma Wattpad no Dia dos Namorados. Ele foi dividido em três partes que serão postadas nas próximas sextas feiras, com final dia 26/06. Posso dizer que estou me surpreendendo muito com a aceitação das primeiras partes postadas, em menos de 24 horas teve mais de 150 visualizações e mais de 30 votos. Isso, além de gratificante é animador para que venham surgir outros novos projetos.

 Juntos Pela Eternidade

 A sinopse é essa: Mariana era uma garota quieta e introspectiva, preferia ler a ter companhia de outras pessoas. Os outros achavam que ela era apenas uma adolescente estranha, passando pela crise da puberdade, mas por dentro, tinha marcas e cicatrizes que de tão obscuras faziam com que ela sentisse mais que apenas solidão. Certo dia, aparece um rapaz que consegue preencher o vazio do coração de Mariana com amor e esperança.

 Pena que nem sempre os grandes amores são correspondidos e que o sentimento mais próximo do amor é o ódio. Um sentimento que aos poucos toma e se espalha, como um veneno perigoso.

 Acompanhe essa jornada de amor, obsessão, vingança e tragédia nesse conto que ensina que alguns sentimentos são mais poderosos que a própria morte.

 "O que o destino uniu, nem a morte é capaz de separar".

 Quero agradecer a oportunidade de poder falar do meu trabalho e do nosso projeto com o Clube do Livro, e convidar a todos a lerem meu conto no wattpad > http://www.wattpad.com/story/40944092-juntos-pela-eternidade e a visitarem nosso clube > http://www.clubedolivro15.blogspot.com.br/ .

 Um grande abraço literário em todos.

 

 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »